Delta fecha trimestre no azul e lazer atinge níveis pré-pandemia

|


Flickr/redlegsfan21
Demanda aérea reaquece de carona no avanço da vacinação, principalmente nos Estados Unidos
Demanda aérea reaquece de carona no avanço da vacinação, principalmente nos Estados Unidos

A receita líquida da Delta Air Lines alcançou US$ 652 milhões no segundo trimestre deste ano, período em que a companhia aérea norte-americana apresentou lucro pela primeira vez desde que a covid-19 foi decretada pandemia. Nos resultados, a Delta sinalizou que prevê um resto de ano fiscal no azul, conforme a demanda reaquece de carona no avanço da vacinação, principalmente nos Estados Unidos.

A receita operacional ajustada da Delta no segundo trimestre caiu 49%, para US$ 6,35 bilhões na comparação com 2019. Segundo a companhia, esta é uma evolução marcante desde os 60,4% de queda no primeiro trimestre. A companhia prevê que receita operacional ajustada para o próximo trimestre terá uma queda entre 30% e 35% ante 2019.

"Os dias de perdas ficaram para trás", garantiu o CEO Ed Bastian à Reuters. "A demanda do segmento de lazer chegou aos níveis de 2019 e há sinais encorajadores de recuperação nas viagens de negócios e internacionais", completou o executivo.


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA