Latam já voa 77% do volume pré-pandemia no Brasil

|


Latam
A320neo da Latam
A320neo da Latam

A Latam Brasil promete encerrar agosto com 77% de sua oferta doméstica em relação ao mesmo mês em 2019, antes da pandemia. A média é de 418 voos nacionais diários. Em comparação com agosto do ano passado, a oferta é quase três vezes maior 277%. Sul, Sudeste e Centro-Oeste são as principais regiões nesta retomada, mas o Nordeste deve ganhar destaque em breve, visto que a Latam está investindo na região.

Em julho de 2021 (em comparação com julho de 2019), a Latam registrou no mercado doméstico brasileiro uma demanda de passageiros (medida em RPK) de 75% e uma oferta de assentos (medida em ASK) de 76,2%, resultando em uma taxa de ocupação de 81,8%.

“Seguimos confiantes na medida em que avança o processo de vacinação contra a Covid-19 no Brasil e as pessoas retomam os seus planos de viagem. Vamos permanecer atentos a todas as oportunidades de ampliar a nossa operação para atender a todos que pretendem voar a lazer ou a trabalho”, afirma o diretor de Vendas e Marketing da Latam Brasil, Diogo Elias.

A companhia voa hoje em 44 aeroportos no Brasil, número equivalente ao pré-pandemia. São eles: São Paulo (Congonhas), São Paulo (Guarulhos), Brasília, Fortaleza, Florianópolis, Belo Horizonte (Confins), Curitiba, Rio de Janeiro (Galeão), Rio de Janeiro (Santos Dumont), Campo Grande, Cuiabá, Belém, Porto Alegre, Aracaju, Salvador, Ilhéus, Porto Seguro, Recife, Maceió, Vitória, Natal, Foz do Iguaçu, Navegantes, Manaus, Goiânia, Londrina, João Pessoa, Teresina, São Luís, Uberlândia, Rio Branco, Imperatriz, Palmas, Maringá, Porto Velho, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Boa Vista, Marabá, Macapá, Joinville, Santarém, Jaguaruna e Chapecó.

OPERAÇÃO INTERNACIONAL
Do Brasil para o Exterior, a Latam permanece operando 20% da sua oferta de assentos (medida em ASK) em relação a agosto de 2019, com voos restabelecidos para 13 destinos (Santiago, Madri, Frankfurt, Lisboa, Assunção, Montevidéu, Cidade do México, Miami, Nova York, Buenos Aires, Cancún, Paris e Bogotá).

Toda essa operação está sujeita à situação da pandemia, bem como às restrições de viagens estabelecidas pelos países.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA