Delta comemora reabertura dos EUA para estrangeiros

|

Divulgação Delta Air Lines
Delta espera reunir entes queridos e facilitar a recuperação econômica do país
Delta espera reunir entes queridos e facilitar a recuperação econômica do país
A Delta Air Lines comemorou o anúncio do governo de Joe Biden, divulgado em 20 de setembro, que suspenderá as restrições de viagem, em novembro, para todos os visitantes internacionais que estejam vacinados, tornando possível a entrada de muitos estrangeiros nos Estados Unidos pela primeira vez em 18 meses.

Assim que as restrições forem eliminadas, os turistas terão permissão para entrar em território norte-americano apresentando comprovante de vacinação e um teste de covid-19 com resultado negativo feito com antecedência de três dias ao embarque.

“Pessoas em todo o mundo estão prontas para recuperar suas vidas e se reconectar com as pessoas que amam. A ciência nos diz que a vacinação associada a testes é a forma mais segura e responsável de reabrir as viagens internacionais. Aplaudo a decisão do governo de suspender as restrições antes da temporada de férias, para que as famílias possam finalmente se juntar outra vez. Na Delta, esperamos cumprir nossa parte na reunião de entes queridos e, ao mesmo tempo, facilitar a recuperação econômica contínua dos Estados Unidos”, disse o CEO da aérea, Ed Bastian.

O baixo risco de transmissão do novo coronavírus em aeronaves foi verificado por várias pesquisas da Delta nos últimos 12 meses, incluindo um estudo recente revisado por especialistas da Mayo Clinic. Essa análise mostra que o risco de exposição à covid-19 durante um voo após todos os passageiros apresentarem resultados negativos em testes realizados 72 horas antes do embarque é de menos de 0,1%.

Visando tornar a viagem mais conveniente, a companhia lançou o Delta FlyReady, uma credencial digital de saúde. Desenvolvida para eliminar as dúvidas sobres os requisitos de saúde de cada país, a ferramenta ajuda os clientes a gerenciar seus testes, verifica os resultados e será aprimorada para incluir os dados de vacinação.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA