Embraer faz parceria para desenvolver soluções de mobilidade aérea

|

Divulgação
André Stein, co-CEO da Eve, e Martin Eurnekian, CEO da Corporación América Airports, durante a visita de Eurnekian ao simulador de eVTOL em São José dos Campos (SP)
André Stein, co-CEO da Eve, e Martin Eurnekian, CEO da Corporación América Airports, durante a visita de Eurnekian ao simulador de eVTOL em São José dos Campos (SP)
Em dezembro de 2021, a Eve, empresa subsidiária da Embraer, e a Corporación América Airports, operadora de concessões aeroportuárias do setor privado, assinou um Memorando de Entendimento (MoU) para projetar e integrar um ecossistema de serviços e suporte para operações de Mobilidade Aérea Urbana (Urban Air Mobility - UAM) na Europa e América Latina.

A Eve e a Corporación América Airports combinarão seus conhecimentos e esforços para avaliar a prontidão de mercado da infraestrutura terrestre para operações de aeronaves elétricas de decolagem e pouso vertical (eVTOL) em aeroportos, incluindo estudos do ambiente regulatório.

“Os próximos cinco anos provavelmente serão decisivos na forma como nos movemos pelas cidades e a aviação terá novamente um papel de liderança. A Corporación América Airports quer ser um player chave no segmento UAM, identificando os desafios e oportunidades para melhores contextos operacionais, de infraestrutura e seguros. Queremos liderar o desenvolvimento do ecossistema UAM, permitindo mobilidade na terceira dimensão acessível a todos em um modo de transporte mais sustentável”, disse o CEO da companhia, Martin Eurnekian.

“O ecossistema de Mobilidade Aérea Urbana inclui infraestruturas e operações terrestres, aeroportos e integração de diferentes formas de transporte. A parceria com a Corporación América Airports nos permitirá criar e implementar esses conceitos de acordo com os requisitos das autoridades reguladoras em diferentes comunidades da América Latina e Europa apoiadas pela Corporación. Nossa dedicação em possibilitar um ecossistema global de UAM faz da Eve uma parceira confiável nesta colaboração”, disse o co-CEO da Eve, André Stein.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA