Laura Enchioglo   |   05/07/2024 12:03

Latam amplia oferta de voos na rota Santiago-Melbourne

Brasileiros terão mais uma opção de voo para a Oceania em viagens com conexão no Chile


Divulgação
Incremento nos voos se dá no período entre dezembro de 2024 e março de 2025
Incremento nos voos se dá no período entre dezembro de 2024 e março de 2025

A Latam anunciou a ampliação de sua oferta de voos na rota Santiago (Chile)- Melbourne (Austrália), de três para quatro frequências semanais. O incremento nos voos se dá no período entre dezembro de 2024 e março de 2025, durante a temporada de verão.

Além disso, a aérea também oferece quatro frequências semanais na rota Santiago (Chile)-Sidney (Austrália) e seis frequências semanais na rota Santiago (Chile)-Auckland (Nova Zelândia)-Sidney (Austrália).

Durante os quatro meses programados para a operação da rota Santiago-Melbourne, a companhia espera transportar cerca de 37 mil passageiros na rota, sendo aproximadamente quatro mil de/para o Brasil. As passagens já estão disponíveis para venda em latam.com e demais canais da aérea.

Os brasileiros poderão voar para o destino internacional a partir dos aeroportos de São Paulo/Guarulhos, Rio de Janeiro/Galeão, Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Brasília (DF) e Belo Horizonte/Confins em viagens com conexão na capital chilena e duração média total de 22 horas.

A rota Santiago- Melbourne será operada aos domingos, segundas, terças e quintas-feiras, com decolagem às 0h55 (hora local). Já na rota inversa, os voos serão operados às segundas, terças, quartas e sextas-feiras, com decolagem às 12h (hora local). As viagens serão feitas em aeronaves Boeing 787-9 (capacidade para 300 passageiros -30 Premium Business, 57 Economy e 213 Economy).

Voos diretos entre Santiago e Sidney

A partir de 27 de outubro, o Grupo Latam Airlines irá retomar a sua rota direta mais longa com voos diretos entre Santiago, no Chile, e Sidney, na Austrália. São mais de 11,3 mil quilômetros que separam as duas cidades. Com o retorno da operação, os passageiros poderão fazer esse trajeto em menos de 15 horas. O voo direto reduz em quatro horas o tempo de viagem em relação ao voo que faz escala em Auckland, na Nova Zelândia.

Os voos da capital chilena para Sydney decolarão às terças, quintas, sábados e domingos à 1h40 (horário local), chegando ao destino às 6h30 (horário local). E de Sydney as saídas serão às segundas, quartas, sextas e domingos às 12h10 (horário local), chegando a Santiago às 11h (horário local). A companhia estima transportar mais de 200 mil viajantes por ano, a negócios ou Turismo.

Tópicos relacionados