Gol amplia pedidos do B737 Max 8 e encomenda B737 Max 10

|

Divulgação/Boeing
As seis unidades B737 Max 8 da Gol encomendadas para 2018 começaram a chegar ao Brasil recentemente, e a companhia já assinou um novo contrato com a Boeing para a aquisição adicional de 15 jatos do modelo. Agora serão 135 unidades, além da conversão de 30 pedidos atuais de Max 8 para 737 Max 10.

Para o presidente da Gol, Paulo Kakinoff, essa encomenda é o reflexo de uma estratégia bem traçada pela Gol nos últimos anos, isto é, "operando uma frota padronizada e uma malha integrada, permitindo que a Gol continue a reduzir as tarifas nas rotas atendidas pela companhia e também adicionar novos destinos". Ele também diz que está confiante no nas "vantagens competitivas que serão trazidas pelo B737 Max 10 em rotas de alta densidade e em aeroportos com restrições de slots."

Ainda segundo Kakinoff, o Max 10 aumentará a capacidade em mais de 30 passageiros em relação ao Max 8, que hoje comporta 186 passageiros na configuração da companhia.

"A capacidade adicional proporcionará à Gol maior flexibilidade e uma vantagem competitiva em custo, já que o Max 10 terá o menor custo por assento quando comparado com qualquer avião de corredor único disponível no mercado. O aumento da capacidade de assentos por aeronave não apenas reduz os custos do transporte de passageiros, mas também melhora nossa capacidade de distribuir passageiros dentro de nossa grande malha doméstica e crescente malha internacional", conclui o presidente.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA