INVESTIMENTOS

Azul inicia obras do novo centro de manutenções em Campinas (SP)

Divulgação
A cerimônia contou com a presença de representantes da Azul, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), da Infraero,  da Aeroportos Brasil e de autoridades da região
A cerimônia contou com a presença de representantes da Azul, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), da Infraero, da Aeroportos Brasil e de autoridades da região
A Azul Linhas Aéreas lançou hoje a pedra fundamental da construção do inédito centro de manutenção da companhia em Campinas (SP). O novo centro de manutenção abrigará três andares e poderá receber até oito aviões A320 ou dois A330 simultaneamente. A expectativa é que as obras sejam concluídas em um ano.

LEIA TAMBÉM: AZUL ABRE AS PORTAS DE CENTRO DE MANUTENÇÃO PESADA EM BH; VEJA FOTOS

“Estamos muito animados com o início dessas obras por entendermos que o novo hangar é reflexo da relevância que atingimos no Brasil. Temos hoje a maior e mais abrangente malha aérea do País, com 108 destinos, além de uma frota de aproximadamente 120 aviões. Essa estrutura que estamos começando hoje será importante para mantermos nossos processos de manutenção com foco absoluto em segurança e eficiência”, afirma o presidente da Azul, John Rodgerson.

Serão 35 mil metros quadrados com dois dos três andares destinados à oficina. O local também abrigará um depósito de suprimentos técnicos, vestiários e um refeitório, que será o maior hangar da América Latina. A novidade vai possibilitar 500 novos empregos, diretos e indiretos.

A área de manutenção terá um vão livre de 170 metros de comprimento por 90 de largura, com quatro posições para manutenção pesada e quatro para linha, oferecendo infraestrutura para instalações de qualquer tipo de manutenção ou tecnologia.

Além do hangar em Campinas, a companhia conta com três centros de manutenção no aeroporto de Pampulha, em Belo Horizonte, onde aeronaves modelos ATR 72-600, os jatos da Embraer e os A320neo passam por manutenções completas a cada dois anos.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA