Companhias aéreas retomam voos nos aeroportos de Santa Catarina

|

As companhias aéreas Gol, Latam e Azul começam a retomar gradualmente a frequência de voos domésticos nos aeroportos de Santa Catarina. Com o transporte interestadual e internacional de passageiros considerado como uma atividade essencial pelo presidente Jair Bolsonaro, a expectativa das empresas do setor é de um leve aumento da demanda.
Divulgação
As companhias aéreas irão implementar medidas de higiene e segurança nos aeroportos e aeronaves
As companhias aéreas irão implementar medidas de higiene e segurança nos aeroportos e aeronaves
A Gol divulgou que no próximo mês serão 100 voos diários no País, ante os 68 previstos na malha essencial de maio. Desse total, 20 voos terão início no dia 10 de junho, incluindo Chapecó (SC), que terá ligação com o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, com três frequências semanais.

Em abril, a Azul retomou as operações em Chapecó e em Navegantes, além de seguir operando em Florianópolis. A empresa ainda não tem previsão para a retomada dos voos nas demais bases de Santa Catarina.

A Latam anunciou aumento gradual de suas operações. Em Santa Catarina, no mês de junho, a companhia irá operar voos nos aeroportos de Chapecó, Jaguaruna e Joinville (com destino a Congonhas) e de Florianópolis e Navegantes (com destino a Guarulhos). Os voos da companhia na capital catarinense começam no dia 2 de junho. Já em Navegantes, o início das operações está previsto para o dia 14, enquanto Joinville, Chapecó e Jaguaruna terão os voos da Latam retomados no dia 23 de junho.

Conforme a diretora comercial e de marketing da agência de viagens corporativas TripService, Cibeli Oliveira, a inclusão de novos voos nos aeroportos de Santa Catarina assegura o transporte de bens em maior escala e velocidade e impulsiona a retomada econômica. Os voos adicionais ligam Santa Catarina às principais cidades econômicas do Brasil, como São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas e Guarulhos. “Elas são também hubs das companhias aéreas, permitindo a conexão com demais localidades em todo o Brasil”, observou Cibeli.

Para o diretor geral da Floripa Airport, Ricardo Gesse, os números demonstram uma evolução significativa em relação ao início da pandemia, representando uma retomada e uma esperança de melhora para o mercado. “Vale ressaltar que a Floripa Airport segue com protocolos rígidos para garantir uma estrutura segura, alguns implantados de forma pioneira no país", afirmou.

Entre as medidas para segurança no voo, é obrigatório o uso de máscaras, os tripulantes das companhias usarão máscara e luva, álcool em gel e desinfetantes estarão disponíveis e o serviço de bordo será suspenso.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA