Empresas aéreas brasileiras transportaram 2,5 mil itens para transplante

|


iStock
Nesse período, mais de 1,6 mil voos levaram pelo menos um item a bordo
Nesse período, mais de 1,6 mil voos levaram pelo menos um item a bordo
Ao longo do primeiro semestre deste ano, as companhias aéreas brasileiras transportaram gratuitamente mais de 2,5 mil itens para transplante (órgãos, tecidos, insumos e equipes médicas), segundo apontam dados da CNT (Central Nacional de Transplantes), do Ministério da Saúde. Nesse período, mais de 1,6 mil voos levaram pelo menos um item a bordo.

Para efeito de comparação, vale ressaltar que voos operados pela FAB (Força Aérea Brasileira), companhias aéreas estrangeiras, trajetos terrestres e serviço postal transportaram, no mesmo período, 980 itens, totalizando uma movimentação 3,5 mil itens neste período.

ASAS DO BEM
Esses dados estão ligados ao programa Asas do Bem, que foi criado em 2014 pela Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas). A campanha foi elaborada com o objetivo de divulgar a importância do transporte gratuito de órgãos, tecidos, equipes médicas e materiais realizado diariamente no País por suas associadas.

O esforço inclui atualmente, além da Abear e suas associadas, outras companhias aéreas, o Ministério da Saúde (CNT), o Ministério da Infraestrutura (Secretaria Nacional de Aviação Civil – SAC), o Comando da Aeronáutica, o Departamento de Controle do Espaço Aéreo, a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e a Infraero.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA