PESQUISAS E ESTATÍSTICAS

EUA lidera em número de acidentes aéreos com morte; Brasil é 3º

Reprodução / Twitter
Acidente no voo 1380 da Southwest está incluso na lista de acidentes aéreos com fatalidade em território norte-americano
Acidente no voo 1380 da Southwest está incluso na lista de acidentes aéreos com fatalidade em território norte-americano
Na última semana, problemas com um Boeing 737-700 da Southwest Airlines resultaram na morte de uma tripulante e incluíram o caso na lista de acidentes aéreos com fatalidade nos Estados Unidos. O país, inclusive, é líder global no ranking desse infeliz quesito, que ainda mostra o Brasil como terceiro maior foco de incidentes na aviação civil desde 1945.

Os números foram divulgados pela Flight Safety Foundation e mostram os EUA com um total de 827 acidentes nos últimos 78 anos, somando mais de dez mil óbitos envolvidos. A Rússia vem em seguida, com 520 mortes registradas e 8,4 mil fatalidades.

A pesquisa elenca o Brasil como terceiro país com mais acidentes aéreos, mas com menos mortes em relação ao quarto colocado, a Colômbia. São 188 incidentes em território brasileiro e 2,7 mil fatalidades contra 182 em céus colombianos e 2,9 mil mortes.

Confira abaixo os dez países com mais acidentes e fatalidades nos últimos 78 anos.

País
Acidentes com fatalidade
Número de mortes
Estados Unidos
827
10.722
Rússia
520
8.430
Brasil
188
2.728
Colômbia
182
2.919
Canadá
179
1.764
Reino Unido
105
1.289
França
104
2.247
Indonésia
98
2.035
México
96
1.247
Índia
93
2.329

ABEAR RESPONDE
Em resposta aos números da Flight Safety Foundation, a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) destaca a colocação do Brasil como um dos cinco com melhores indicadores relacionados à segurança no mundo, segundo o órgão oficial do segmento, ICAO.

"Além de possuírem uma frota jovem de aeronaves, as companhias aéreas brasileiras investem fortemente no treinamento de tripulações de voo e mecânicos", relatou a Abear por meio de um comunicado.

*Atualizada às 18h50 de 24 de abril de 2018, com resposta da Abear

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA