PESQUISAS E ESTATÍSTICAS

Com greve, aéreo doméstico cresce abaixo da média em maio

Divulgação/Latam Travel
Latam segue em primeiro no inter, mas perde em doméstico para a Gol
Latam segue em primeiro no inter, mas perde em doméstico para a Gol
A demanda (RPK) por viagens aéreas domésticas no Brasil teve alta de 3,9% no mês de maio, em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com informações da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).

O número mostra desaceleração do ritmo de crescimento de 6,41% registrado em abril devido à greve de caminhoneiros, que afetou o abastecimento de combustível da aeronave e gerou dezenas de cancelamentos de voos de associados.

No entanto, a oferta disponível (ASK) em maio cresceu 5,22%, próximo do índice de abril, que teve 5,92%. Com a paralisação, houve queda de 0,98 ponto percentual do fator de aproveitamento dos voos, que foi de 76,94%. Esta foi a primeira vez em um ano que a estatística fica abaixo de 80% e também o pior patamar verificado em 57 meses, desde agosto de 2013, quando havia sido de 74,24%.

Foram transportados 7,3 milhões de passageiros nos voos dentro do Brasil em maio, com alta de 4,11% sobre o volume do mesmo mês em 2017, sendo que em abril o crescimento havia sido de 5,85%.

PARTICIPAÇÃO
No mercado doméstico em maio, a Gol lidera com 34,9% de participação, seguida pela Latam (32,3%), Azul (18,5%) e Avianca (14,1%). No acumulado do ano, a demanda progrediu 4,1% para uma oferta em expansão de 3,59%, mas o fator de aproveitamento registra melhora de 0,4 ponto percentual, totalizando 80,72%. Já foram realizadas 37,5 milhões de viagens, uma alta de 3,37% em relação ao mesmo período de 2017.

INTERNACIONAL
No mercado de viagens internacionais, a Latam lidera com 70,12%, na frente de Azul (15,48%), Gol (7,26%) e Avianca (7,13%). A procura por esse tipo de viagem aumentou 13% e a oferta subiu 17,14%. Esse descompasso entre crescimento de oferta e demanda resultou na queda de 2,96 pontos percentuais no fator de aproveitamento, que foi de 81,34%.

Em geral, foram transportados 658 mil passageiros nos voos do Brasil ao Exterior, uma alta de 7,4% em relação a maio de 2017. Já no acumulado do ano, Latam segue em primeiro com 68,4%, seguida de Azul (14,8%), Gol (10,64%) e Avianca (6,16%).
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA