PESQUISAS E ESTATÍSTICAS

Demanda aérea doméstica tem alta de 3,31% em janeiro


Divulgação/Gol
Gol lidera em participação na demanda do começo do ano
Gol lidera em participação na demanda do começo do ano
A demanda aérea doméstica começou o ano com alta de 3,31% na comparação com janeiro de 2018, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear). A oferta cresceu 4,08% e essa ampliação em nível superior à intensificação da demanda gerou o recuo de 0,63 ponto percentual do fator de aproveitamento das operações, que foi a 84,09% no mês.

Foram 8,9 milhões de viagens domésticas realizadas em janeiro com crescimento de 2,41% na comparação anual (acréscimo de aproximadamente 200 mil viajantes). A Gol liderou com 38,81% de participação na demanda e 3.265.693 passageiros transportados, à frente da Latam (29,84%), com 2.637.747 de clientes, Azul (20%), com 2.054.421, Avianca (11,08%), que transportou 928.837, a Passaredo (0,22%), que teve 28.681, e Map (0,06%), que acumulou 9.575 passageiros pagos.

Dessa maneira, o mercado doméstico brasileiro tem uma sequência de 23 meses consecutivos de crescimento da demanda e do volume de passageiros. A oferta consolidada está em ampliação continuada há 19 meses.

INTERNACIONAL

Em janeiro, a demanda por transporte aéreo internacional entre as aéreas brasileiras teve alta de 12,39% enquanto a oferta teve expansão de 14,12%, em comparação ao mesmo mês do ano passado.
O aumento da oferta em nível acima da demanda repercutiu em baixa de 1,30 ponto percentual do fator de aproveitamento das operações em janeiro, que foi a 84,39%. Somaram 965 mil os passageiros transportados no mês, contingente 5,72% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado (ou pouco mais de 50 mil viajantes adicionais).

Reprodução/Facebook/Latam Airlines
Latam segue no topo do mercado internacional
Latam segue no topo do mercado internacional
A Latam dominou a participação na demanda com folga (64,60%), transportando 553.474 passageiros, seguida pela Azul (14,77%), que teve 136.966 clientes, Gol (13,27%), com 212.952 pagantes, e Avianca (7,36%), que acumulou 62.208 passageiros.

No acompanhamento do mercado internacional, observa-se que a demanda e o volume de passageiros crescem de forma ininterrupta há 28 meses. Já em relação à demanda, especificamente, já são 14 meses seguidos com alta em dois dígitos. A oferta internacional consolidada das aéreas brasileiras cresce de maneira contínua há 27 meses.

As estatísticas das associadas Abear correspondem atualmente a cerca de 30% das operações aéreas internacionais envolvendo o Brasil, e a parcela restante é de bandeiras estrangeiras.

TRANSPORTE DE CARGAS

O conjunto das empresas transportou 27,6 mil toneladas de carga no mercado doméstico em janeiro, uma alta de 5,82% e 21,1 mil toneladas no mercado internacional, redução de 1,84%.

No doméstico, a Latam Airlines transportou 8,82 mil toneladas, seguida pela Gol (6,55 mil toneladas), Azul (5,16 mil toneladas), Avianca (5,02 mil toneladas) e Latam Cargo (2,06 mil toneladas). Já no internacional, a Latam Airlines transportou (10,67 mil toneladas), seguida pela Latam Cargo (5,95 mil toneladas), Avianca (2,49 mil toneladas), Azul (1,91 mil toneladas) e Gol (114,62 toneladas).

O mercado doméstico de carga aérea registra 21 meses de alta continuada. Já o mercado internacional teve o segundo mês consecutivo em retração.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA