PESQUISAS E ESTATÍSTICAS

Iata aplaude recentes medidas do governo na aviação brasileira


Pixabay
A Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata) elogiou as recentes medidas tomadas pelo governo federal brasileiro de permitir entrada de 100% de capital estrangeiro nas companhias aéreas nacionais e do veto à franquia de bagagem despachada.

O vice-presidente da entidade para Américas, Peter Cerda, chama a ação de "alinhamento aos padrões internacionais do setor".

“As decisões positivas sobre capital estrangeiro e serviços opcionais tomadas pelo governo brasileiro apoiam o desenvolvimento contínuo do setor aéreo no País alinhando o Brasil aos padrões internacionais. É essencial continuar nessa direção para que o setor atinja todo o seu potencial e contribua para o desenvolvimento econômico do País", afirma Cerda.

"Custos operacionais, fórmula de precificação do combustível, gerenciamento de capacidades e marco regulatório dos direitos dos passageiros são exemplos de áreas que também devem ser alinhadas aos padrões internacionais, criando o ambiente correto para que a aviação ultrapasse a atual contribuição de US$ 18,8 bilhões para o PIB brasileiro, além de criar um mercado onde os passageiros terão mais opções, melhores experiências e um nível competitivo de preços."
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA