Canadá deve considerar reabrir fronteiras, pede Iata

|

Unsplash
A International Air Transport Association (Iata) está aconselhando o governo canadense a apoiar as iniciativas de teste para covid-19 da Air Canada e WestJet como um meio de reabrir com segurança o Canadá para viagens internacionais e domésticas sem a necessidade de medidas de quarentena geral. O tráfego internacional para o Canadá despencou desde a introdução das medidas de quarentena em março de 2020.

"Existem alternativas às medidas de quarentena atualmente em vigor que podem tanto manter os canadenses seguros quanto reviver a economia. A abordagem em várias camadas da ICAO (orientação de decolagem) é uma delas. O trabalho que a Air Canada e a WestJet estão fazendo nos testes adiciona outra dimensão. É fundamental que o governo do Canadá aja antes que os danos econômicos e sociais se tornem permanentes e as consequências do desemprego em massa se tornem ainda mais aparentes", afirmou o diretor geral e CEO da Iata, Alexandre de Juniac.

A Iata estima que as receitas geradas por companhias aéreas com serviços de/para/dentro do Canadá podem cair em US$ 17,15 bilhões (70%) em relação a 2019. Isso coloca em risco quase 410.500 empregos canadenses e cerca de US$ 29,59 bilhões do PIB do Canadá, gerado pela aviação direta e indiretamente, bem como pelo Turismo relacionado à aviação.

O transporte aéreo no Canadá sustenta direta e indiretamente cerca de 633.000 empregos. No total, 3,2% do PIB do país é sustentado pelo setor de transporte aéreo e turistas estrangeiros que chegam de avião.
Divulgação
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA