Grupo Latam aumenta em 42% as operações em outubro

|


Divulgação
Em outubro, a Latam registrou uma taxa de ocupação de 68,1%
Em outubro, a Latam registrou uma taxa de ocupação de 68,1%
O Grupo Latam Airlines continua apresentando uma recuperação gradual de sua operação de passageiros nos últimos meses. Em outubro, o grupo operou 26,8% da sua capacidade, enquanto em setembro operou 20% e em agosto, 13,9%, comparado ao mesmo período de 2019. O aumento da capacidade em outubro se deve ao crescimento do mercado doméstico brasileiro, que representou 52,6% da capacidade operada no período. Durante o mês, foram transportados 1,2 milhão de passageiros brasileiros de um total de 1,8 milhão. A previsão é que em dezembro o Brasil já opere 61% da malha pré-covid, no doméstico.

Em outubro, o grupo retomou as rotas internacionais de Santiago do Chile para Santa Cruz de la Sierra (Bolívia), Guayaquil (Equador) e Bogotá (Colômbia); e de São Palo para a Cidade do México; além das operações domésticas e internacionais no Peru. No total, a Latam e suas afiliadas operaram 440 voos por semana - em comparação com 310 em setembro - tanto no mercado doméstico quanto no internacional, representando um aumento de 42%. Já em novembro, voltou à Argentina e o próximo destino a partir do Brasil deve ser a Colômbia.

Em relação à operação de outubro, o tráfego de passageiros foi de 22,1% do tráfego do mesmo período do ano anterior, atingindo uma taxa de ocupação de 68,1% (14,4 pontos percentuais abaixo de 2019). Quanto às operações de carga, a taxa de ocupação foi de 78,1% (15,5 pontos percentuais sobre o mesmo período do ano anterior). A Latam Cargo também maximizou o uso de sua frota B-767F e usou aeronaves de passageiros para transporte de carga.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA