Apenas um 737-MAX precisará de novos reparos no Brasil

|

Boeing/Anac
A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou em seu site que está acompanhando manutenções a serem realizadas em aeronaves modelo Boeing 737-8 MAX, por possíveis alterações no sistema elétrico de alguns aviões. De acordo com a agência, "essa intercorrência afeta apenas uma aeronave da frota brasileira, que já está fora de operação para manutenção".

O comunicado (sobre a aeronave) foi direcionado à Anac na manhã da sexta-feira (09/04) pela Boeing, pela Gol Linhas Aéreas, operadora da aeronave, e pela Federal Aviation Administration (FAA), e "faz parte de um processo rigoroso de monitoramento que visa à segurança das operações". Conforme as informações recebidas, essa ocorrência não está relacionada ao sistema de controle de voo, que foi revisado em 2019 e 2020.

O retorno da aeronave às operações só ocorrerá após todas as ações corretivas serem aplicadas e validadas.

"A Anac segue acompanhando o caso, em estreito contato com a autoridade americana de aviação, a FAA, com a fabricante Boeing e com a empresa Gol Linhas Aéreas", finaliza o comunicado da agência.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA