United exige que seus 67 mil funcionários sejam vacinados

|

A United Airlines exigirá que seus 67 mil funcionários norte-americanos sejam vacinados contra a covid-19 até 25 de outubro, com risco de rescisão para quem não o fizer. Esta é uma novidade entre as principais companhias aéreas dos EUA que, provavelmente, aumentará a pressão sobre os concorrentes. As informações são da NBC News.

Boeing
United exige que seus 67 mil funcionários sejam vacinados contra a covid-19 até 25 de outubro
United exige que seus 67 mil funcionários sejam vacinados contra a covid-19 até 25 de outubro
As aéreas até agora resistiram às medidas de vacinas obrigatórias para todos os colaboradores. Em vez disso, ofereceram incentivos, como pagamento extra ou tempo livre para serem vacinados. Em maio, a Delta começou a exigir que os funcionários recém-contratados apresentassem comprovante de vacinação. A United fez o mesmo em junho.

O requisito da companhia de Chicago é um dos mandatos de vacina mais rígidos de uma empresa dos EUA e que inclui funcionários que interagem regularmente com os clientes, como comissários de bordo e agentes de embarque.

“Sabemos que alguns de vocês discordarão dessa decisão de exigir a vacina para todos os funcionários da United. Mas não temos maior responsabilidade para com você e seus colegas do que garantir sua segurança quando estiver no trabalho, e os fatos são claros: todos estão mais seguros quando todos estão vacinados”, disseram o CEO, Scott Kirby, e o presidente, Brett Hart, em uma nota para as equipes.

Os colaboradores terão de fazer o upload do comprovante das duas doses das vacinas Pfizer ou Moderna ou uma dose da Janssen cinco semanas após as autoridades federais darem a aprovação total ou até 25 de outubro, o que ocorrer primeiro. Exceções serão feitas para certas questões de saúde ou razões religiosas.

Ainda de acordo com a publicação, muitos dos funcionários da United já relataram que foram vacinados, como cerca de 90% dos pilotos e 80% dos comissários de bordo. Esta decisão foi parcialmente motivada por preocupações com o aumento dos casos de covid-19 no ano passado durante o outono e inverno.


*Fonte: NBC News

conteúdo original: https://nbcnews.to/3fFuULJ
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA