Associações iniciam campanha contra cobrança de Ecad nos quartos de hotel

|


As associações que formam o G-20, unido durante as negociações originadas pela pandemia de covid-19, entre elas Resorts Brasil, Fohb, ABIH, Abav, FBHA, Clia, Abracorp, Sindepat e Braztoa, entre outras, iniciaram hoje uma campanha nas redes sociais para sensibilizar os parlamentares sobre a MP do Ecad.

As entidades consideram injusta a cobrança nos quartos de hotel da taxa de Ecad, que recolhe direitos autorais para artistas, já que rádios, aplicativos e emissoras de TV já recolhem essa taxa exatamente para que o consumidor possa ouvi-las em lugares como os quartos de hotel.

As associações do G-20 são a favor da cobrança da taxa em hotéis quando houver a execução em situações como shows, música ao vivo, eventos... mas não no quarto do hotel.

Para que os parlamentares aprovem o requerimento, as entidades estão pedindo a seus associados que postem as peças hoje nas redes sociais, marcando os principais deputados envolvidos na votação (@rodrigomaiarj, @baleia.rossi, @newtoncardosojr, @herculanopassosoficial, @felipecarreras, @oficialarthurlira, @felipe_francischini, @depcarlossampaio, @efraimfilhopb, @geninhozuliani e @magdamofatto.goias). E com a hashtag #EcadNoQuartoNão.

Trata-se de uma luta antiga dos hotéis e das entidades, que esperam encontrar ressonância no Congresso, especialmente nesse momento de receitas mínimas e de crise causada pela paralisação dos negócios durante a pandemia.



 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA