Disney World dá licença não remunerada a 43 mil colaboradores

|


Renato Machado

Segundo informações da imprensa americana, como do jornal USA Today, Walt Disney World, em Orlando, na Flórida, chegou a um acordo com os sindicatos de trabalhadores, e a partir do dia 19 de abril irá colocar em licença não remunerada 43 mil cast members do complexo. Eles continuarão a ter seus seguros de saúde, dental e de vida pagos integralmente pela Disney durante a licença ou até por um ano, incluindo o prêmio que caberia ao colaborador no caso de um atendimento (o que inclui teste de covid-19). Os parques da Disney em Orlando estão fechados desde meados de março e não têm previsão de reabertura.

Cerca de 200 funcionários continuarão trabalhando nesse período para atividades essenciais, e as posições, segundo o sindicato, serão oferecidas por senioridade.

Além desse acordo em massa com 43 mil colaboradores, a Disney World, que tem 77 mil funcionários no total, também fechou termos parecidos com os sindicatos de guardas e profissionais de operações e músicos, e com executivos e empregados que não estão ligados a sindicatos.

Os concorrentes Universal Orlando e SeaWorld Orlando também continuam fechados. O SeaWorld anunciou licença para 90% de seus trabalhadores.

A Universal Orlando também continuará pagando os salários dos colaboradores até 19 de abril e a maioria dos trabalhadores terá seus ganhos cortados em até 20% depois disso, com os funcionários que recebem por hora e em meio período sendo licenciados a partir de 3 de maio. Os benefícios dos colaboradores serão mantidos.

Veja abaixo comunicado oficial da Universal Orlando, enviado ao Portal PANROTAS:

"Cuidar dos membros de nossa equipe durante esse período difícil e desafiador continua sendo uma de nossas prioridades mais importantes. Estamos trabalhando arduamente para encontrar soluções que também nos permitam sustentar nossos negócios.

Os membros de nossa equipe terão 100% dos seus salários até 19 de abril, mas, ao entrarmos em um período de encerramento mais prolongado, precisamos tomar medidas adicionais.

A partir de 20 de abril, quase todos os membros da nossa equipe receberão 80% do salário - e pediremos que ajustem seu trabalho de acordo. Um pequeno grupo de membros da equipe será solicitado a continuar trabalhando 100% da carga horária e continuará sendo pago nesta integralidade.

Também tomamos a difícil decisão de dar licença aos nossos funcionários que trabalham meio-período a partir de 3 de maio. Durante esse período, cobriremos totalmente o custo dos planos de benefícios para os membros de equipe que os possuem.

Todos esses membros de equipe permanecem em nossos pensamentos - e, embora ainda não saibamos quando, esperamos trazê-los de volta ao trabalho um dia
".

Alterado às 14h30 do dia 14/4
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA