Alemanha vai liberar viagens para UE, espaço Schengen e Reino Unido

|

AGÊNCIA BRASIL
Divulgação
Aeroporto de Munique terá vários voos para destinos europeus em junho, e até para Chicago e Los Angeles
Aeroporto de Munique terá vários voos para destinos europeus em junho, e até para Chicago e Los Angeles
A Alemanha vai retirar a proibição de viagens que afeta países-membros da União Europeia (UE), além do Reino Unido, da Islândia, Noruega, de Liechtenstein e da Suíça a partir de 15 de junho, desde que não exista proibição de entrada nem lockdowns de grande escala nesses países, disse o ministro das Relações Exteriores, Heiko Maas.

Em entrevista a jornalistas nesta quarta-feira (3), Maas disse que todos os países envolvidos atendem a esse critério, exceto a Noruega, que tem uma proibição de entrada, e a Espanha, onde o Parlamento decidirá se prorroga ou não a proibição de entrada.

Maas disse ainda que o alerta de viagens será substituído por orientações, acrescentando que os alemães receberão apelos para não viajar ao Reino Unido quando não for essencial, enquanto uma quarentena de 14 dias estiver vigente.

O Espaço Schengen, formado Estados-membros da UE e associados, permite que cidadãos dos países signatários e turistas circulem livremente, sem a necessidade de apresentar documentos ou passaporte quando cruzam fronteiras.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA