Madri: restaurantes centenários se tornam centros culturais

|

Divulgação
A Associação de Tabernas e Restaurantes Centenários de Madri (RCM) é composta por estabelecimentos cuja história foi moldada não só pela gastronomia espanhola, mas também por sua tradição política, literária e artística. Agora, estes estabelecimentos que resistiram ao passar do tempo foram recentemente reconhecidos como centros culturais e turísticos de grande importância cívica e de interesse geral para a cidade.

Os restaurantes (e anos de fundação) reconhecidos foram: Bodega de la Ardosa (1892), Restaurante Botín (1875), Café Gijón (1888), Casa Alberto (1827), Casa Ciriaco (1887), Casa Labra (1860), Casa Pedro (1825), La Casa del Abuelo (1906), Lhardy (1839), Malacatín (1895), Posada de la Villa (1642), Taberna Antonio Sánchez (1787), La Bola (1870), Oliveros (1857) e Los Galayos (1894).

Com este reconhecimento, os restaurantes são colocados em destaque internacional, assim promovendo a sua visibilidade como um dos bens mais aclamados que o destino pode oferecer.

Para mais informações sobre os restaurantes, acesse o site.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA