Disney prevê para 11 de maio reabertura de parque na China

|

O CEO da Disney, Bob Chapek, disse hoje, durante uma coletiva para apresentação dos resultados da empresa, que vê “sinais positivos” em relação ao retorno da normalidade da sociedade na China. Segundo ele, isto leva a empresa planejar a reabertura do Disneyland Xangai, fechado desde o dia 24 de janeiro, já na próxima segunda-feira (11).


Divulgação
De acordo com o executivo, a reabertura do parque estará condicionada a novos procedimentos de segurança, como por exemplo, verificação de temperaturas no ato da chegada do visitante ao parque. Todos os paques da Disney nos Estados Unidos e na França seguem de portas fechadas desde meados de março. Já o parque de Tóquio suspendeu temporariamente suas operaçoes em fevereiro e segue sem previsão de reabertura.

A divisão de parques, experiências e produtos da Disney teve queda de 10% no segundo trimestre (o ano fiscal da Disney começa em outubro), em relação ao mesmo período do ano anterior, atingindo US$ 5,5 bilhões.
No geral, os ganhos por ação no segundo trimestre da Disney ficaram aquém das expectativas, abaixo de 63%, para 60 centavos, com crescimento de 21% na receita, para US$ 18,01 bilhões.

"Sabemos o quanto nossos convidados esperam retornar à Shanghai Disneyland e nosso elenco está animado para começar a recebê-los de volta", disse Chapek
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA