Adibra e Sindepat lançam ação sobre atendimento a autistas

|


Comemorando o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, celebrado em 2 de abril, a Adibra (Associação das Empresas de Parques de Diversões do Brasil) e o Sindepat (Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas) lançam a campanha Abril + Azul. A ação é feita em parceria com a Incluir Treinamentos, empresa especializada neste tipo de qualificação para o setor de entretenimento, e organiza uma série de atividades que buscam melhorar a acessibilidade dos parques e atrações afiliados às associações, além de capacitar profissionais que trabalham nesses locais para atender melhor as pessoas com o transtorno.

Como parte da campanha, estão previstas a divulgação de vídeos e peças publicitárias nas redes sociais das entidades e um webinar para debater o assunto.

“Conhecer o TEA (Transtorno do Espectro Autista) é o primeiro passo para as pessoas que desejam estabelecer um vínculo de relacionamento com um indivíduo autista. Informação e capacitação são essenciais, por isso, as duas entidades têm apoiado ações que visam a capacitação de funcionários para designar a comunicação correta com pessoas que têm autismo, durante as visitas aos parques de diversões”, afirmam, em nota, as associações.

Uma das iniciativas é realizada pela Incluir Treinamentos, que tem como diretora Amanda Ribeiro. Mãe de um menino que tem autismo, Amanda explica que os estabelecimentos possuem muitos estímulos sensoriais que dificultam o acesso das pessoas com o transtorno, e, por isso, a importância da qualificação dos profissionais. “Muitos empreendimentos já possuem acessibilidade para a maioria das deficiências físicas, como elevadores, banheiros adaptados, rampas, piso tátil, mas, é necessário, também, ter pessoas habilitadas para se comunicar, atender, acolher e envolver uma criança autista em diversas atividades”, diz.

A Adibra e o Sindepat também reforçam a importância da data como uma oportunidade de dar visibilidade ao tema e comemorar alguns avanços, como a criação da Lei Berenice Piana (12.764/12) no Brasil, que instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com TEA, e estabeleceu direitos iguais aos de outros cidadãos com deficiências.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA