TURISMO

Machu Picchu tem acesso restrito a partir deste mês


Pixabay
Para evitar degradação dos sítios arqueológicos, Machu Picchu terá tempo diário de visitação restrito
Para evitar degradação dos sítios arqueológicos, Machu Picchu terá tempo diário de visitação restrito
Entre 15 e 21 de maio, algumas áreas de Machu Picchu, no Peru, terão horários restritos de visitação pelo Ministério da Cultura. Por razões de conservação da região, que é repleta de sítios arqueológicos, o templo do Sol, do Condor e a pedra de Intihuatana passam a ser abertos apenas três horas por dia.

Veja os horários para visitá-los na ocasião: Templo do Sol: das 7h às 10h; templo do Condor: das 10h às 13h e a pedra de Intihuatana das 13h às 16h. Outros pontos terão a abertura aos turistas reduzida entre 22 e 28 de maio: a pedra de Intihuatana (7h às 10h), o templo do Condor (10h às 13h) e o templo do Sol (13h às 16h). A partir de 1º de junho, novas regras serão aplicadas.

“Estamos testando essa operação para preservar o patrimônio cultural ao mesmo tempo em que permitimos que as pessoas o conheçam. Conversamos com guias e operadores turísticos para que colaborem com a ação”, conta o arqueólogo chefe de Machu Picchu,José Bastante.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

As mais lidas agora