Movida

Bruno Hazov   |   01/09/2023 12:07   |   Atualizada em 04/09/2023 14:50

Famtour Alagoas: agentes conhecem Rota do Cangaço e Belo Monte

Grupo é formado por 70 profissionais representados pelos Estados da Bahia, Ceará, Maranhão e Piauí

PANROTAS / Bruno Hazov
Delegação Nordestina visita o pequeno povoado de Belo Monte
Delegação Nordestina visita o pequeno povoado de Belo Monte

ALAGOAS - No último dia do famtour promovido pelo Governo do Estado de Alagoas, por meio da Setur-AL, Masterop Operadora e Instância Cânions do São Francisco, o grupo de cerca de 70 agente de viagens representado pelos Estados da Bahia, Ceará, Maranhão e Piauí realizou o passeio da Rota do Cangaço e conheceu o município de Belo Monte (AL).

A delegação nordestina se dividiu em visita aos dois equipamentos que são ponto de partida para a Rota do Cangaço, passeio que desbrava a trilha que leva ao local onde Lampião foi morto. Partindo do Espaço Angicos, são 600 metros de trilha até a Grota do Angico, onde Lampião e seu bando foram emboscados pelas tropas volantes do exército sergipano. A trilha também pode ser feita pelo Cangaço Ecoparque em um percurso de 1,7 quilômetros.

O grupo de agentes de viagens do Ceará, acompanhado pelo Portal PANROTAS, conheceu o Cangaço Ecoparque e, logo em seguida, se dirigiu até o Espaço Ecológico Angicos, onde foi oferecido um almoço elaborado pela chef Luiza, com diversos pratos regionais e ingredientes locais. Os agentes foram apresentados aos serviços oferecidos pelo empreendimento e puderam conhecer um pouco mais sobre a história de Lampião a partir de relatos de guias exclusivos do Espaço Angicos.

Ainda no local, o grupo visitou a casa memorial do coiteiro Pedro de Cândido, antigo apoiador do bando de cangaceiros, que reúne uma série de objetos pessoais do coiteiro, bem como as primeiras fotos do chefe do cangaço, tiradas por Benjamin Abrahão, tornando o espaço um museu sobre a história do cangaço.

Encerrando o famtour, os agentes se dirigiram à cidade de Belo Monte, onde foram recebidos pelo grupo musical Bateu na Lata, que engaja a juventude local e produz instrumentos a partir de objetos recolhidos às margens do São Francisco, como latas e tonéis de plástico. Além de acompanharem uma série de manifestações culturais e artísticas da comunidade local, incluindo uma visitação ao espaço de artesanato com obras do artista plástico Jasson - mundialmente conhecido pelo uso de materiais descartados -, o grupo nordestino realizou um lanche com produtos típicos locais.

Confira fotos do última dia do famtour em Alagoas


A PANROTAS viaja a convite da Setur-AL e da Masterop Operadora

Tópicos relacionados

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

Mais notícias