Conheça a trajetória de Solange Vabo, fundadora do Reserve

|


Artur Luiz Andrade
A inquietude e a vontade de estar sempre à frente são as principais marcas na carreira de Solange Vabo
A inquietude e a vontade de estar sempre à frente são as principais marcas na carreira de Solange Vabo
Inquieta empresária, visionária e corajosa, Solange Vabo representa a evolução tecnológica e a participação feminina no Turismo. O segredo do sucesso da Solid, do Reserve e de Solange Vabo, que comemora 40 anos de Turismo nesta terça-feira (12), se baseia em uma história de amor, respeito e cumplicidade junto ao seu marido Luís Fernando Vabo.

A empresária de 58 anos nasceu na Barra da Tijuca, é filha única de um motorista e uma dona de casa, está casada com Vabo desde 1982 e tem um filho, Luís Vabo Jr., de 33 anos. Solange escolheu o Turismo na época em que começou a namorar o seu atual marido, em 1979. Enquanto ele estudava engenharia, ela fez um curso técnico no colégio Clovis Salgado e Turismo na Estácio de Sá.

“As oportunidades no fim da década de 1970 para as mulheres não eram tão amplas. E vi no Turismo uma chance para experimentar um mundo novo, diferente. Nunca gostei de fazer nada igual aos outros, sempre quis inovar. E Turismo me parecia bem diferente e promissor”, explica ela, que desistiu de cursar Ciências Contábeis e apostou nessa nova indústria.

Solange começou a faculdade em março de 1979 e em novembro já estagiava na Nacional Turismo. Com um ano de empresa já estava inquieta, querendo crescer e sem vislumbrar possibilidade de crescimento na Nacional. A propósito, essa é uma marca na carreira de Solange: inquietude e querer estar sempre à frente, em movimento, como as águas do oceano, uma das coisas que adora quando o momento é relaxar. “O mar me acalma, me conecta comigo mesma, é meu refúgio”.

FASE AVIPAM
Ela passou pela 747 Viagens e Turismo e Transway, antes de secretariar o dono majoritário da Avipam, onde também foi gerente de loja e diretora. “Achava que já tinha encerrado meu ciclo na Avipam. Fiquei lá de 1983 a 1995, conciliei papel de mãe e executiva, vi a chegada da tecnologia no Turismo, acompanhei a chegada dos CRS, abri a companhia em São Paulo... demorou, mas a inquietude chegou mais uma vez”.

EMPREENDEDORA
Após permanecer três meses em casa, se dedicando apenas ao filho, ela decidiu abrir um negócio próprio. Em maio de 1995, Solange cria a Solid – nome resultado da junção de Sol (de Solange) e id (de identidade), para marcar a nova fase de sua vida.

Logo no início, a Solid já realizava vendas pelo website, se tornando a primeira agência de viagens online do País. Na virada do milênio, ela sabia que precisava vender bilhetes aéreos via Sebrae, de preferência, em português. Assim, em 2 de fevereiro de 2000, nasce o Reserve, um site de vendas de passagens aéreas dentro da Solid.

NOVA FASE
Em 2002, o casal decide que o Reserve deve sair do B2C e focar no atendimento do mercado de viagens corporativas. Em outubro de 2004 nasce o ProReserve, separado da Solid definitivamente e pronto para atender outras TMCs. Apesar de ter um porte menor que as líderes do setor, a Solid já tinha uma eficiência, por causa do Reserve, que as demais estavam buscando. “Integrávamos conteúdo de cinco companhias nacionais e oferecíamos self-booking para o cliente”, relembra Vabo.

Antes do ProReserve ser transformado em Reserve, a companhia já tinha sete clientes com contrato assinado (Solid, Casablanca, Copastur, Jet Stream, Rio Travel, Costa Brava e Aeroturismo). “Iniciamos mais um capítulo de sucesso com recursos próprios, ajuda dos parceiros, e essa inquietação que nos aponta onde estão as oportunidades e soluções”, resume Solange.

Leia na íntegra o perfil de Solange Vabo na segunda edição do especial PANROTAS 45 anos (p. 34).

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA