INAUGURAÇÕES

IHG relança a marca Regent, com 1º hotel e expansão

Divulgação IHG
Regent Kuala Lumpur será primeiro da marca aberto pelo IHG
Regent Kuala Lumpur será primeiro da marca aberto pelo IHG

A Intercontinental Hotels Group (IHG) anunciou o relançamento da marca Regent Hotels & Resorts, ao mesmo tempo em que revelou a primeira abertura sob a nova fase da bandeira: o Regent Kuala Lumpur, na Malásia.

O relançamento acontece sete meses após a IHG adquirir uma participação majoritária de 51% na rede de luxo Regent por US$ 39 milhões, com o direito ainda de adquirir os 49% restantes de forma progressiva, até 2026.

De acordo com comunicado, o novo posicionamento do Regent foi pensado para o grupo "tornar-se mundialmente famoso por uma nova categoria de luxo e celebrar novas e ousadas ideias." Foi implementada uma nova identidade visual, além de um estilo de serviço e design criados especialmente para a marca de alto padrão.

E o foco da rede agora, com a compra da Regent neste ano, e da Kimpton quatro anos atrás, é se consolidar no mercado de luxo - e continuar crescendo no segmento: a intenção do IHG é aumentar o portfólio do Regent, dos atuais seis hotéis para mais de 40 empreendimentos, em "cidades globais e localidades icônicas". As próximas aberturas devem acontecer em Phu Quoc, no Vietnã e previsto para 2019, e em Jakarta, na Indonésia, com abertura programada para 2020.

“Nós já somos um dos líderes mundiais em luxo com a marca Intercontinental Hotels & Resorts e, juntamente com a Regent e a Kimpton, temos um potencial significativo para expandir nossa presença global no segmento de luxo em rápido crescimento”, comentou o CEO do IHG, Keith Barr.


REGENT KUALA LUMPUR

O Regent Kuala Lumpur, primeira abertura da marca sob o comando do IHG, estará situado ao lado do projeto Tun Razak Exchange, que deve se tornar o próximo distrito financeiro de Kuala Lumpur, capital da Malásia. Fica localizado a 45 minutos de carro do aeroporto internacional de Kuala Lumpur.

O grupo anunciou, ainda, que está em andamento a reforma do Intercontinental Hong Kong, que deve se tornar um hotel Regent em 2021. A mudança marcará uma volta do empreendimento às suas origens, já que abriu a porta pelas primeira vez como um Regent, em 1980.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA