INAUGURAÇÕES

Veja fotos do Contemporâneo, 'o que faltava ao Royal Palm'


Rodrigo Vieira
Entrada do Hotel Contemporâneo
Entrada do Hotel Contemporâneo
CAMPINAS (SP) - Um hotel fundamental para um grupo que pretende fechar 2019 com faturamento de R$ 220 milhões, crescimento na ordem de 36% na comparação com o ano anterior. Assim é visto o Contemporâneo, recém-inaugurado pelo Grupo Royal Palm. O econômico de 310 apartamentos chega para complementar uma carência de uma empresa já detentora de um luxuoso resort, o Royal Palm Plaza, de seu vizinho quatro estrelas, o Tower Anhanguera, além do Royal Palm Hall, um espaço de eventos cuja infraestrutura, tecnologia e ballroom não têm precedentes em nível nacional.

"É muito clara a falta que o Contemporâneo fazia. Vê-lo sendo concretizado é uma satisfação", comemora o CEO do Grupo Royal Palm, Antonio Dias. "O setor de eventos é muito complexo e ampliar a oferta de público, budget e facilitar a logística dos eventos era essencial para atingirmos nosso objetivo. Esse novo hotel econômico deixa, inclusive, todos os hotéis adjacentes mais competitivos, como o Plaza e o Tower Anhanguera. Todos saem ganhando com a inauguração." Ele vê o hotel como ideal para staff de eventos, estudantes e viajante de negócios.

Divulgação
Vizinho do Royal Palm Plaza, do Tower Anhanguera e do Royal Palm Hall, Hotel Contemporâneo teve um investimento de cerca de R$ 130 milhões
Vizinho do Royal Palm Plaza, do Tower Anhanguera e do Royal Palm Hall, Hotel Contemporâneo teve um investimento de cerca de R$ 130 milhões
Embora a oficialização do novo hotel tenha sido anunciada neste final, de semana, o Contemporâneo está aberto ao público desde o começo de janeiro e, de lá até aqui, já fechou no azul. "Grandes farmacêuticas, bancos e uma multinacional do setor de alimentos utilizaram todo o complexo nesse início de 2019, e o Contemporâneo foi marcado pela ocupação máxima, com resultado financeiro", complementou Dias. Outra prova do tamanho da demanda reprimida por um hotel econômico nas adjacências do Royal Palm Hall é a perspectiva de retorno aos investidores. Com diária média de R$ 280 e trabalhando com um índice de ocupação médio em 38%, o hotel dará a primeira remessa de retorno aos investidores em abril, isto é, três meses depois de sua abertura oficial.

O HOTEL CONTEMPORÂNEO

Chic and basic é o conceito fundamental do Contemporâneo. Com apartamentos de 20 metros quadrados, dimensão considerada acima da média para a categoria, e padrão de qualidade Royal Palm em alimentação e amenidade, o novo empreendimento consegue reduzir os custos com serviço ao optar pelo conceito de auto-atendimento. No lobby, máquinas servem snacks, bebidas e outros produtos para o conforto do hóspede, embora o frigobar só disponha de água. O restaurante é self-service para café da manhã, almoço e jantar e o serviço de quarto não é 24 horas.

"O hotel foi desenvolvido dentro de serviços enxutos, que permitem tarifas mais agressivas. No lobby ficam as bebidas e comidas de conveniências 24 horas, escolhidas pelo próprio hóspede, permitindo que nos apartamentos haja apenas frigobar com águas", justifica a diretora de Vendas e Marketing, Ana Luiza Masagão.

A localização do hotel também é destaque por parte de seus idealizadores, já que basta atravessar a avenida Royal Palm para chegar ao primeiro empreendimento do grupo, o Royal Palm Plaza.

Nas fotos a seguir você entende melhor o conceito do Hotel Contemporâneo.

Esta empresa apoia o Fórum PANROTAS 2019
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA