INAUGURAÇÕES

TWA Hotel (NY) vai trabalhar apenas com vendas B2C

O TWA Hotel at JFK, construído na área ocupada pela icônica aérea norte-americana Trans World Airlines no John F Kennedy Intenational Airport, foi aberto oficialmente ao público nesta quarta-feira (16). Porém, o porta-voz do tão aguardado empreendimento, administrado pela MCR Morse Development, já avisou que não trabalhará com comissionamento para agências de viagens ou operadoras.

Divulgação
As janelas dos quartos são à prova de som
As janelas dos quartos são à prova de som

“Estamos assumindo a perspectiva de que os agentes de viagens devem fazer o melhor para seus clientes. Se acharem que nosso hotel é a melhor opção, esperamos que eles reservem conosco. Porém, não vamos pagar nenhum tipo comissão”, disse o CEO da MCR Development, Tyler Morse.

Mesmo sem a ajuda de consultores de viagens ou das OTAs, Morse acredita que o TWA Hotel não encontre grandes problemas para atingir ocupação máxima. O "atrativo turístico", como é chamado pelos amantes da aviação, planeja alcançar esse objetivo com a oferta de pernoites tradicionais, mas também com estadias diurnas, que atendem principalmente viajantes que buscam um pouco de tranquilidade durante longas conexões, por exemplo.


Divulgação
A piscina do TWA Hotel tem uma vista espetacular
A piscina do TWA Hotel tem uma vista espetacular

O TWA Hotel demandou investimentos na ordem de US$ 265 milhões. Ele foi construído na área ocupada pela Trans World Airlines no John F Kennedy International Airport. O TWA Flight Center, projetado pelo arquiteto finlandês Eero Saarinen, estava vazio desde 2001, quando a empresa aérea interrompeu suas operações.

Em março, a jornalista Carla Lencastre listou cinco razões pelas quais vale a pena considerar o TWA como um hotel destino. Leia o post de Carla no blog Hotel Inspectors clicando aqui.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA