Hotel de ultraluxo, Rosewood São Paulo será aberto em 15 de dezembro

|


PANROTAS / Filip Calixto
Frédéric Vidal, vice-presidente regional da Rosewood, e Edouard Grosmangin, diretor do Rosewood São Paulo
Frédéric Vidal, vice-presidente regional da Rosewood, e Edouard Grosmangin, diretor do Rosewood São Paulo
Rosewood São Paulo, presente na ILTM Latin America 2021, anunciou sua abertura na capital paulista para 15 de dezembro, marcando a entrada da Rosewood Hotels & Resorts na América do Sul. Localizado na região da avenida Paulista, o Rosewood São Paulo faz parte da Cidade Matarazzo, um novo empreendimento de lifestyle que vem realizando uma total transformação em uma propriedade centenária, preservando seus atributos históricos. As vendas estão abertas nos canais de venda da Rosewood.

Cristiano Mascaro
Rosewood São Paulo
Rosewood São Paulo
Diretor do Rosewood São Paulo, Edouard Grosmangin classifica a propriedade como "ultraluxo" e afirma que não há nenhum hotel na capital paulista que compita com a oferta e o conceito que a propriedade está trazendo para o destino. O "senso de pertencimento" a São Paulo, ao Brasil, será imediato, em sua opinião.

"Eu diria que isso é até um problema para nós. Não há concorrente direto para o Rosewood em São Paulo, e ainda menos depois do fechamento do Four Seasons. Nós traremos o novo", afirma, ressaltando a intensidade das "brasilidades" em todos os elementos do hotel. "É sobre a combinação de arte, arquitetura, gastronomia, cultura brasileiras. Estamos juntando todos esses elementos em um hotel fenomenal que, vale dizer, não é um novo edifício, é um imóvel antigo paulistano, remodelado. É um hotel diferente de tudo não só para a cena de São Paulo quanto também para a Rosewood, que tem essa característica de abraçar o destino onde está, e estamos falando do primeiro Rosewood do hemisfério Sul."

Divulgação/Rosewood São Paulo
Chegada ao lobby do Rosewood São Paulo
Chegada ao lobby do Rosewood São Paulo
Já Frédéric Vidal, vice-presidente regional da Rosewood, aponta que o Brasil é um dos principais mercados para a marca internacionalmente e que a propriedade em São Paulo vem presentear nosso público com uma imersão em seu próprio país.

"Nós tivemos o cuidado de levar os melhores elementos brasileiros para dentro do hotel. Os brasileiros conhecem nossos hotéis urbanos, como em Londres, em Hong Kong, em Nova York e muitos outros. E o hotel de São Paulo será diferente de tudo pela sua própria natureza, pela arquitetura e pelas experiências. Abriremos o complexo Cidade Matarazzo com o melhor da hospitalidade", afirma Vidal.

Divulgação/Rosewood São Paulo
Piscina do rooftop do Rosewood São Paulo
Piscina do rooftop do Rosewood São Paulo


O ROSEWOOD SÃO PAULO

O projeto é liderado pelo empresário Alexandre Allard, reconhecido por seu envolvimento no renascimento da Maison Balmain, entre outros cases de sucesso, e foi projetado por importantes players criativos internacionais, como o renomado arquiteto Jean Nouvel, ganhador do Prêmio Pritzker, e o visionário designer Philippe Starck.


Divulgação/Rosewood São Paulo
Jazz bar do Rosewood São Paulo
Jazz bar do Rosewood São Paulo

O Rosewood São Paulo terá 160 quartos e 100 suítes residenciais, além de seis restaurantes/bares exclusivos e pretende se vender como um destino inédito de experiências gastronômicas e entretenimento em São Paulo.

Ocupando um dos poucos marcos históricos restantes da metrópole, o Rosewood São Paulo cria raízes a partir do edifício da antiga Maternidade Condessa Filomena Matarazzo. O prédio do início do século 20 possui grande valor simbólico e importância sentimental para muitas famílias da comunidade e foi berço de origem de mais de 500 mil pessoas.

De acordo com a filosofia da A Sense of Place da Rosewood, todas as instalações também contarão com uma coleção permanente de arte com mais de 450 obras de 57 artistas brasileiros contemporâneos.

As instalações do Rosewood São Paulo também abrangem a Capela Santa Luzia, outro edifício histórico que foi detalhadamente restaurado para manter sua arquitetura ornamentada de 1922. Ao longo dos trabalhos de reforma, a fundação original da capela revelou peças adornadas, que foram reformadas com esmero e incorporadas à estrutura revitalizada. A nova fase da Capela Santa Luzia chega com seu aniversário de 100 anos.

RESTAURANTES
O Le Jardin se estenderá do lobby aos jardins do hotel, servindo uma culinária moderna durante todo o dia e proporcionando o cenário perfeito para um almoço casual ou um jantar encantador. Blaise, inspirado no romancista franco-suíço Blaise Cendrars, servirá uma mistura de cozinha francesa e suíça na histórica Maternidade. Em espaço íntimo, o restaurante exibirá o talento dos artesãos locais com azulejos desenhados à mão e trabalhos originais em madeira.

O terceiro restaurante, Taraz, está localizado em frente a centenárias oliveiras, que trazem uma brisa refrescante à praça e é decorado por artistas e designers locais. Com inspiração na cozinha sul-americana, seu cardápio — elaborado pelo aclamado chef Felipe Bronze — gira em torno de pratos para compartilhar e exibe a arte da cozinha a lenha.

Já o Rabo di Galo, nosso bar com pocket shows ao vivo, servirá receitas clássicas dos bares brasileiros regadas a coquetéis. O Emerald Garden Pool & Bar, restaurante em meio a intensa vegetação, servirá pratos de culinária familiar e o Belavista Rooftop Pool & Bar será um espaço exclusivo para adultos, com vista panorâmica da cidade.

"Uma sofisticada fusão do antigo e do novo, o Rosewood São Paulo estampa a emblemática assinatura da filosofia A Sense of Place da marca, em que a cultura e a história locais servem de inspiração para toda as experiências do hóspede", diz Edouard
Grosmangin, diretor geral do Rosewood São Paulo. "Estamos animados ao anunciar nosso amplo e diversificado leque de opções gastronômicas e de entretimento, em experiências memoráveis que irão consolidar o Rosewood São Paulo como o novo centro de hospitalidade de luxo da cidade, tanto para os estrangeiros quanto os para locais.”

ESTRUTURA
Após sua conclusão, o Rosewood São Paulo contará com 160 quartos e 100 suítes residenciais hoteleiras Rosewood espalhadas entre o edifício restaurado da Maternidade Matarazzo e uma novíssima torre contemporânea com jardins verticais projetada por Jean Nouvel, com interiores de Philippe Starck.

Além de acomodações e experiências gastronômicas, o Rosewood São Paulo terá duas piscinas, cinema, estúdio de música, amplos e sofisticados espaços para eventos, além do Asaya, conceito de wellness integrado da marca Rosewood.

A Rosewood Hotels & Resorts administra 26 hotéis, resorts e residências de luxo únicos em 15 países, com 26 novas propriedades em desenvolvimento.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA