INVESTIMENTOS

Bourbon estuda conversões e hotéis novos na América do Sul

Marluce Balbino
Guijarro voltou à rede Bourbon após passagem pela HPlus
Guijarro voltou à rede Bourbon após passagem pela HPlus
Oretorno de Daniel Guijarro à rede Bourbon Hotéis & Resorts após oito anos acompanha um processo de internacionalização da marca. Estabelecida no Paraná na década de 1960, a companhia analisa outros mercados para entrar.

Além de unidades presentes no Brasil, a hoteleira tem dois hotéis no Paraguai (Assunção e Ciudad del Este) e um na Argentina (Buenos Aires). O diretor de Vendas é cauteloso ao traçar o mapa de possíveis estreias que o Bourbon poderá fazer a partir de 2019.

“Entendemos que a construção de hotéis do zero leva mais tempo, pode chegar a oito anos, enquanto conversões têm duração curta ou média. Existem algumas possibilidades que olhamos na América do Sul”, disse, reforçando sua prudência.

Até o primeiro trimestre do próximo ano, a companhia terá três novos hotéis: o Bourbon Santos Convention, antigo Mendes Plaza, o Campinas Rio Hotel by Bourbon e o Cambará Bourbon, no Sul do Paraná.

A fim de se preparar para esse novo momento, o Bourbon agora conta com um novo escritório. A rede saiu do prédio na Avenida Ibirapuera, onde fica o Bourbon que leva o nome da região, e se mudou para uma unidade empresarial na Avenida Paulista, 2439, próximo à Rua da Consolação.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA