Rede Samba fecha 1º semestre com alta de receitas e ocupação

|

Divulgação
Pentacampeão mundial Gilberto Silva e Guilherme Castro, CEO da Rede Samba
Pentacampeão mundial Gilberto Silva e Guilherme Castro, CEO da Rede Samba
A Rede Samba Hotéis comemorou os números alcançados ao longo do primeiro semestre de 2018, quando viu a ocupação média de seus estabelecimentos subir 10% em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto as receitas tiveram acréscimo de 20% na mesma comparação.

De acordo com o CEO da empresa, Guilherme Castro, a previsão de faturamento da rede no ano é de R$ 35 milhões, com 13 empreendimentos sob sua administração. Atualmente, a administradora concentra a maioria dos seus empreendimentos hoteleiros nos Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná.

Entre os principais lançamentos e inaugurações da companhia neste ano estão o Samba in the Box, que consiste em uma categoria de hotéis econômicos modulados em contêineres, a reabertura do Samba BH Centro, em fevereiro, e a inclusão do hotel Samba Lagoa da Prata by Gilberto Silva, pertencente ao ex-jogador pentacampeão mundial de futebol com a seleção brasileira.

No segundo semestre, a rede inaugurará seu primeiro empreendimento internacional, o Bossa Nova Beirute, no Líbano. O hotel será focado no segmento corporativo upscale.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA