Vila Galé chega a São Paulo e Alagoas; e cresce na Bahia e Portugal

|

Filip Calixto
Jorge Rebelo de Almeida, presidente do grupo Vila Galé
Jorge Rebelo de Almeida, presidente do grupo Vila Galé
SALVADOR — Companhia portuguesa com mais de 30 hotéis no Brasil e em Portugal, o grupo Vila Galé segue ampliando seu alcance. Apenas no primeiro semestre de 2020 a corporação terá quatro aberturas — três portugueses e um brasileiro — e segue desenvolvendo outros projetos, entre eles um resort em Alagoas e um provável hotel instalado num prédio histórico de Salvador, na Bahia.

Líder do projeto de expansão da empresa, o presidente Jorge Rebelo de Almeida enxerga com naturalidade o ritmo de desenvolvimento da marca e detalha os próximos projetos em andamento. Os mais imediatos, segundo informa o gestor, são os portugueses Vila Galé Altar Real, localizado na região de Altar do Chão, e o Vila Galé Serra da Estrela, que vai ficar situado numa pequena vila lusitana chamada Manteigas. Também no país europeu, mas em junho, começa a funcionar o Vila Galé Douro Vineyards. Por aqui, a abertura é em São Paulo, num hotel de perfil corporativo na região da avenida Paulista.

"No final de maio entregamos a obra, em junho o hotel abre e a inauguração oficial deve ocorrer em julho", comunica o presidente.

Após a estreia na capital paulista, os planos da rede voltam para o Nordeste. O mais bem encaminhado é o primeiro resort da rede em Alagoas. Prevista para o município de Barra de Santo Antonio, na praia do Carro Quebrado, a propriedade vai ter 518 apartamentos e exigir R$ 150 milhões em investimentos. A previsão de abertura é 2021.

E a novidade mais recente é a possível gestão do Palácio Rio Branco, um edifício histórico ao lado do Elevador Lacerda, em Salvador. A rede já apresentou suas intenções ao governo do baiano e aguarda aprovação de órgãos que regulam o patrimônio histórico da cidade. Há otimismo sobre a questão e, segundo Almeida, esse pode ser um hotel emblemático no portfólio da empresa no Brasil.

Ainda no Brasil, o resort de Cumbuco, no Ceará, deve ganhar uma expansão, com 134 imóveis para venda e locação por temporada.

OUTROS PAÍSES

Questionado sobre a existência de planos para operar em outros países, o presidente da rede hoteleira revela que existem estudos para o ingresso em três destinos. São eles: Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

O Portal PANROTAS viajou a convite da rede Vila Galé
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA