Hotel Fasano Boa Vista busca certificação para reabertura

|

Para retomar as suas atividades, o Hotel Fasano Boa Vista, no interior de São Paulo, está adotando protocolos de higiene e limpeza específicos de prevenção contra a propagação do novo coronavírus para reabrir com o selo de certificação Safeguard, dado pelo grupo Bureau Veritas, empresa responsável pelas verificações necessárias para a reabertura do empreendimento.

A certificação Safeguard busca garantir a segurança de colaboradores e clientes do Hotel Fasano Boa Vista. São adotadas medidas específicas de prevenção da propagação do novo coronavírus, como marcações de piso para orientação de onde as pessoas devem ficar para manterem o distanciamento social seguro e procedimentos de higiene para equipes internas, além da limpeza e desinfecção do espaço físico compartilhado, por exemplo.

Divulgação
Também é monitorada a gestão de meios de pagamento, estimulando o uso de sistemas contactless (sem contato) para que sejam evitados contatos físicos como circulação de notas de dinheiro e toque em máquinas de cartões. A certificação concedida ao Hotel Fasano Boa Vista foi desenvolvida em colaboração com especialistas e observando as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e é indicada para grandes redes ou pequenas empresas do setor de hotelaria e restaurantes.

O processo de certificação inicia com a consultoria de equipe especializada do Bureau Veritas e o selo é concedido após uma visita agendada para checagem do cumprimento dos protocolos de limpeza e higiene. Para renovação, as visitas acontecem sem aviso prévio.

O cliente recebe um kit de sinalização que deve ser exposto ao público, informando que o ambiente é seguro, além de um QR Code para que seus clientes possam consultar a validade do selo e acessar o canal para denúncias do Bureau Veritas. As empresas certificadas também recebem acesso a uma plataforma de e-learning com orientações sobre boas práticas de combate à propagação da covid-19.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA