Fohb aponta ritmo da retomada na hotelaria de rede

|

Unsplash/Marten Bjork
Associação que representa a hotelaria de rede no País, o Fohb (Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil) aponta o ritmo da retomada hoteleira no País. Em seu relatório semanal, a organização informa que, pela segunda semana seguida, 91% da oferta de rede está de portas abertas. E, dos 9% restantes, a metade volta a funcionar apenas em 2021. Os demais têm retorno programado até dezembro e há também empreendimentos que não estipulam data para reabrir após fecharem como resposta à pandemia.

Os dados constam no estudo “Oferta e Disponibilidade Hoteleira”, que aponta a evolução da retomada desde o primeiro semestre. Segundo informa o levantamento, destinos como Brasília, Florianópolis, Porto Alegre e Recife já contam com 100% da sua oferta reestabelecida. Ao passo que outras cidades ainda sentem os efeitos das covid-19 e das medidas de isolamento social. Rio de Janeiro e Curitiba, por exemplo, mantiveram os percentuais de hotéis fechados na comparação com a semana passada. A capital fluminense tem tem 23% dos 1,2 mil quartos hoteleiros ainda indisponíveis e a capital paranaense tem 8% dos quartos ainda lacrados.

Na analise das regiões, contudo, todas mantiveram seus percentuais de hotéis ainda fechados: Centro-Oeste 6%; Norte 9%; Nordeste 5%; Sul 5% e Sudeste 11%.

Analisando as categorias hoteleiras também é possível notar estabilidade nos números. As unidades ainda fechadas são 10% nos hotéis econômicos; 12% nos midscale e 9% nos upscale.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA