Meliá recebe Selo de Direitos Humanos e Diversidade

|

A Meliá Hotels International conquistou, junto à Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, o Selo de Direitos Humanos e Diversidade. A companhia foi reconhecida pelas boas práticas de diversidade e inclusão no programa “Eu também sou Meliá”, lançado em 2017 em parceria com o Senac.

A iniciativa promove inclusão de menores e jovens aprendizes, sobretudo filhos e parentes de colaboradores dos hotéis da Meliá no Brasil, no mercado de trabalho. Os jovens passam por um treinamento de 18 meses em três áreas do hotel, tendo a oportunidade de, ao final do processo, serem efetivados naquela em que mais tenham se identificado.

Divulgação
Iniciativa promove inclusão de menores e jovens aprendizes no mercado de trabalho
Iniciativa promove inclusão de menores e jovens aprendizes no mercado de trabalho
De acordo com a rede, nos três anos, 54 jovens participaram do programa, dos quais um terço deles (18) se tornaram colaboradores da companhia, hoje atuando em áreas como alimentos e bebidas, controladoria, recepção, manutenção e vendas.

“Sabemos que uma das principais preocupações dos nossos colaboradores diz respeito à iniciação de seus filhos no mercado de trabalho. Entendemos esta necessidade e decidimos ajudá-los criando este programa para incluí-los em nossa rede de jovens, compreendendo também que eles enfrentam dificuldades na busca pelo primeiro emprego”, afirma a gerente-geral do Meliá Paulista, Natalie Diório.

SELO
Reconhecimento que deve ser renovado todos os anos pela manutenção das boas práticas, o Selo de Direitos Humanos e Diversidade está em sua terceira edição. Ele identifica ações em três dimensões: Imagem e Posicionamento; Responsabilidade Social; e Inclusão e Gestão da Diversidade, categoria na qual a Meliá foi reconhecida.

As iniciativas precisam atender a uma ou mais categorias do programa, entre Criança e Adolescente, Egressos do Sistema Prisional e Pessoas Privadas de Liberdade, Igualdade Racial, Imigrantes, Juventude, LGBTQIA+, Mulheres, Pessoas com Deficiência, Pessoas em Situação de Rua e Pessoas Idosas.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA