Ocupação hoteleira nos EUA foi melhor durante semana do Ano Novo

|

Unsplash/Marten Bjork
Ocupação hoteleira nos EUA foi melhor durante semana do Ano Novo, segundo dados da STR
Ocupação hoteleira nos EUA foi melhor durante semana do Ano Novo, segundo dados da STR
Graças a um aumento nas viagens antes do feriado de Ano Novo, a ocupação semanal dos hotéis nos Estados Unidos melhorou visivelmente em relação à semana anterior, de acordo com os dados mais recentes da STR compilados até 2 de janeiro.

No período de 27 de dezembro de 2020 a 2 de janeiro, a ocupação foi de 40,6% – uma queda de 17,2% em comparação com a mesma semana em 2019/2020 –, a taxa média diária foi de US$ 107,93, uma diminuição de 21,5%, e a receita por quarto disponível registrada foi de US$ 43,81, uma redução de 35,1% em relação ao período do ano anterior.

A demanda de hotéis aumentou nas comparações semanais, enquanto as contagens dos pontos de controle da TSA mostraram cinco dias com mais de 1 milhão de passageiros. No entanto, o crescimento substancial da demanda hoteleira não deve continuar, já que as viagens de lazer mais uma vez se dissipam após as férias.

Os dados agregados dos 25 principais mercados mostraram uma ocupação idêntica, de 40,6%, mas taxa média diária mais alta, de US$ 112,83, do que todas as outras regiões. Entre estes principais, Miami, na Flórida, viu o nível de ocupação mais alto, com 69,2%.

Já entre os mercados principais que apresentaram os níveis de ocupação mais baixos da semana estão Minneapolis, no estado de Minnesota, que registrou 24,2%, e Boston, em Massachusetts, com 28,2%.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA