TECNOLOGIA

Confira quatro tendências para a hotelaria nos próximos anos

A Sabre, em parceria com a Trend Watching, publicou um estudo com quatro tendências que deverão ser aproveitadas pela indústria hoteleira a partir de 2019. De acordo com o relatório, a transformação digital virou uma prioridade para os hotéis que querem direcionar suas ofertas de maneiras mais personalizadas.

Dreamstime
Realidades virtual e aumentada são tecnologias que ser melhor exploradas no futuro
Realidades virtual e aumentada são tecnologias que ser melhor exploradas no futuro
“A indústria da hotelaria está sempre se reinventando e se adaptando às mudanças de expectativas e necessidades dos hóspedes. Estamos comprometidos a fornecer as soluções tecnológicas mais inovadoras para impulsionar as receitas dos nossos clientes, identificando as tendências que influenciarão o comportamento do consumidor do futuro”, explica o presidente da Sabre Hospitality Solutions, Clinton Anderson.

UMA CONVERSA A QUALQUER HORA
Para quem viaja sozinho com muita frequência, uma companhia pode cair bem, mesmo que ela seja apenas virtual. O uso de assistentes digitais e chatbots vem crescendo consideravelmente desde 2011 e deve ser aprimorado nos próximos anos pelos avanços da inteligência artificial e da realidade virtual. Personagens digitais que possam entreter, ensinar, ajudar e até fazer amizade com o hóspede deverão ser criados com cada vez mais frequência no futuro.

ALIANÇA DE FORÇAS
Marcas que não estão diretamente ligadas à hospitalidade estão cada vez mais envolvidas neste mercado, criando experiências imersivas para seus fãs e uma nova espécie de competição para players tradicionais. Em um mundo no qual as redes sociais estão repletas de fotos perfeitas de lugares paradisíacos e pessoas que glorificam certos estilos de vida, tal cenário funciona tanto como um fator de estímulo para seguir certos padrões como também eleva o nível de exigência dos consumidores. Parcerias entre partes interessadas podem cortar caminhos em relação a concorrentes.

CADA CLIQUE É UM CASH
Globalmente, o mercado de realidade aumentada (AR) alcançou US$ 1,1 bilhão em 2018 e deve atingir os US$ 7,9 bilhões por volta de 2023. Tal amadurecimento, tanto dessa tecnologia como também da realidade virtual (VR), deve revolucionar como e quando as pessoas compram objetos e experiências. A ideia é utilizar canais inovadores para atingir diferentes públicos-alvo nas horas e lugares certos, de acordo com os dados colhidos sobre hábitos e preferências. O uso da câmera do smartphone para pesquisar, testar e comprar produtos deve ganhar força nos próximos anos.

NÔMADES DIGITAIS
O crescimento de empreendimentos estilo co-working e de atividades relacionadas ao mundo digital transformarão a força de trabalho global, sendo cada vez mais preenchida por nômades digitais. A cada ano que passa, mais pessoas buscam um estilo de vida no qual podem trabalhar em seus computadores particulares viajando para diferentes lugares do planeta, e novo mercado pode ser aproveitado por hotéis que acolham tal tipo de cliente.
Esta empresa apoia o Fórum PANROTAS 2019
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA