GENTE

American realiza voo com o tema Pride; veja como foi


Divulgação
Drag queens Danny e Kyle fizeram parte da tripulação
Drag queens Danny e Kyle fizeram parte da tripulação
Em comemoração aos 50 anos da Revolta de Stonewall, acontecimento que influenciou o movimento moderno da comunidade LGBTQ+, a American Airlines realizou o Pride Flight. O voo especial aterrissou no Aeroporto de La Guardia, em Nova York, no mês passado, e contou com uma tripulação LGBTQ+ formada pelo primeiro oficial Hank Cain e os comissários Josh Bost e Terry Alston.

“Cinquenta anos depois, ainda estou revigorado pela energia e entusiasmo da comunidade LGBTQ e pela nossa busca incansável por uma sociedade mais inclusiva para todos”, afirma o agente de Atendimento ao Cliente da American Airlines, Chuck Walters, que também participou dos protestos de Stonewall.

“Tenho orgulho de fazer parte do Pride Flight e me esforcei para trabalhar para uma empresa que continua defendendo a legislação que reconhece os direitos e liberdades das pessoas LGBTQ em todo o mundo.”

Divulgação
Danny Cabrera, Terry Alston, Josh Bost, David Pettet, Hank Cain e Kyle Costa
Danny Cabrera, Terry Alston, Josh Bost, David Pettet, Hank Cain e Kyle Costa
HISTÓRICO
No início dos anos 1990, membros da equipe LGBTQ da American Airlines começaram a estabelecer o primeiro grupo de recursos para funcionários da empresa. Ao mesmo tempo, vários pilotos se reuniram em Provincetown, no Massachusetts, para formar a National Gay Pilots Association (NGPA).

"O que começou como uma forma de construir a comunidade se transformou em uma organização internacional que une e defende a inclusão em nome dos pilotos LGBTQ", disse o capitão David Pettet, membro da equipe americana e presidente da NGPA.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA