Expedia e Booking reduziram marketing em US$ 6 bilhões em 2020

|

Divulgação
A força de marketing combinada do Expedia Group e Booking Holdings caiu para seu nível mais baixo em anos durante a pandemia de 2020. A dupla gastou US$ 4,7 bilhões em vendas e marketing em 2020, uma queda de quase 60% em relação aos números que produziram no recorde de 2019. As informações são do portal Phocuswire.

A Booking Holdings cortou os gastos com marketing de US$ 4,97 bilhões em 2019 para US$ 2,2 bilhões no ano passado - um corte de 55% ano a ano. Enquanto o Expedia Group cortou os mesmos custos ainda mais profundamente, com uma redução de 57% de US$ 6,07 bilhões em 2019 para US$ 2,5 bilhões em 2020.

Os gastos com marketing pelas duas grandes OTAs em 2020 encerra uma série de aumentos gradativos em anos anteriores. A dupla gastou US$ 9,8 bilhões em 2017, depois US$ 10,6 bilhões em 2018 e a alta de US$ 11 bilhões em 2019.

Enquanto isso, o Airbnb, que abriu capital em dezembro do ano passado, seguiu um caminho diferente ao buscar atrair novos clientes para a empresa e manter o forte reconhecimento de sua marca. A plataforma de acomodação privada investiu US$ 630 milhões em vendas e marketing no quarto trimestre de 2020, um aumento de 44% em relação ao mesmo período de 2019.

Os valores investidos por Booking Holdings e Expedia Group não chegaram perto, com US$ 386 milhões e US$ 511 milhões, respectivamente.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA