GTA atinge vendas de setembro na 2ª semana de outubro

|

Emerson Souza
Celso Guelfi, CEO da GTA
Celso Guelfi, CEO da GTA
Hoje (15), após concluir uma convenção de vendas e marketing e participar da live do Portal PANROTAS, o CEO da GTA, Celso Guelfi, promoveu uma coletiva de imprensa para esclarecer a situação da empresa neste momento. Durante o encontro, o executivo afirmou que ao final desta primeira quinzena de outubro, a GTA já atingiu o mesmo número de vendas do mês passado.

"Agora, o nacional vem em uma crescente, as pessoas já começaram a viajar de carro para partes próximas e já estão indo para destinos mais distantes. Já no internacional, não tem muitos viajantes no momento, mas muitos estão apostando no futuro e nas promoções que estão sendo oferecidas por agências e companhias aéreas", afirmou Guelfi. Durante a live na parte da manhã, o CEO da GTA afirmou que a venda de seguro-viagem para o nacional que representava cerca de 38% das vendas da empresa, hoje representa cerca de 90%.

Guelfi afirmou que havia uma demanda reprimida, de pessoas que estavam esperando essa cobertura para concretizar seus planos de viagens, alavancando as vendas na semana de lançamento. Mas, para ele, as vendas continuam aumentando pelo fato de o turista passar a sentir segurança em todos os aspectos da viagem, inclusive no destino e no transporte, inclusive citando e elogiando os protocolos de segurança que vem sendo estabelecidos por diferentes players do setor.

Agora, o essencial está na restauração da confiança do turista e é neste sentido que funcionou a convenção de vendas e marketing da GTA. Guelfi afirmou que, com a chegada da pandemia, um de seus maiores medos era deixar de capacitar os agentes de viagens. No ano passado, foram 11.500 capacitados. No entanto, a empresa passou a realizar treinamentos virtuais a cada dois dias e capacitou mais de seis mil agentes nos últimos meses. Com o treinamento e a volta das vendas, a convenção veio no sentido de preparar a equipe comercial da GTA para este momento de retomada.

"Dentro desse ambiente de otimismo, a partir do momento em que tivermos uma vacina eficaz e assim que as fronteiras se abrirem e tivermos voos, os turistas vão voltar ao viajar e o nosso negócio vai voltar ao normal. Temos que estar muito preparados para o passageiro, que entendeu ainda mais a importância de ter um seguro-viagem, ainda mais com a cobertura para o covid-19", afirmou Guelfi durante live do Portal PANROTAS. O executivo acredita que o seguro-viagem se tornará um produto mais difundido e procurado por viajantes após a pandemia.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA