Prime Consolidadora contesta Intercontinental e vai à Justiça | Consolidadoras | PANROTAS
CONSOLIDADORAS

Prime Consolidadora contesta Intercontinental e vai à Justiça


Rafael Kother, da Prime, vai à Justiça contra a Intercontinental, de Vitória
Rafael Kother, da Prime, vai à Justiça contra a Intercontinental, de Vitória
Rafael Kother, diretor da Prime Consolidadora, que emitia seus bilhetes com a consolidadora Intercontinental, de Vitória, disse à reportagem do Portal PANROTAS que entrou na Justiça para tentar reverter os cancelamentos irregulares de bilhetes já pagos e dos quais a empresa capixaba pediu reembolso às aéreas.

Segundo ele, a Prime já emitiu R$ 50 milhões com a Intercontinental desde o ano passado, mas vinha percebendo diversas irregularidades, como retenção de incentivos e reembolsos, e por isso reteve alguns valores. Ele nega dívida com a empresa. Havia, inclusive, uma reunião marcada para resolver as questões, mas ele foi pego de surpresa pelo cancelamento das passagens pedido pela Intercontinental a sua revelia.

O número de bilhetes cancelados pela Intercontinental, segundo Kother, pode chegar a cinco mil e passageiros poderão ser prejudicados, daí a liminar. “Eles cancelaram bilhetes pagos. Se havia alguma discordância, isso seria resolvido. Mas nada justifica pedir reembolso de cinco mil bilhetes, muitos pagos”, explica Kother. Segundo ele, só de vendas futuras havia R$ 3,8 milhões, mas o montante da disputa com a Intercontinental pode chegar a R$ 8 milhões.

A Prime também emitia com a PVT, com quem afirma não ter dívidas, e com a Rextur Advance, com quem renegociou uma quantia não divulgada. A Intercontinental optou por fechar sua consolidadora, alegando dívidas com as empresas aéreas, devido aos problemas com a Prime.

Confira abaixo o comunicado da Prime Consolidadora aos agentes:

“Comunicado de alta relevância
A Prime Consolidadora informa que está sendo vítima de um crime e teve grande parte de suas emissões aéreas alvo de pedido de reembolso junto às companhias.

A empresa que gerou esse dano é a Intercontinental Viagens, com sede em Vitória (ES), através da qual a Prime emitia boa parte dos bilhetes aos seus clientes.

Já houve o ingresso da competente ação judicial com pedido de liminar, para reverter esse severo quadro.

Em paralelo, serão tomadas todas as medidas cabíveis, quer ainda na esfera cível, como também no campo penal, de modo a minimizar os danos aos passageiros e às agências de Turismo que são nossas parceiras.

Desde já nos colocamos à disposição para quaisquer esclarecimentos adicionais pelo e-mail centraldeatendimento@primeconsolidadora.com.br
Prime Consolidadora”.

Rafael Kother promete novas provas contra a Intercontinenal na próxima semana e diz que no momento seu foco é reverter esses cancelamentos pedidos pela consolidadora de Vitória.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA