Costa Smeralda valoriza sustentabilidade e consumo responsável

|


Divulgação
O Costa Smeralda é o primeiro da companhia a ser abastecido com Gás Natural Liquefeito (GNL)
O Costa Smeralda é o primeiro da companhia a ser abastecido com Gás Natural Liquefeito (GNL)
Inaugurado em 21 de dezembro de 2019, o Costa Smeralda simboliza a intenção de integrar os objetivos de desenvolvimento da Agenda 2030 das Nações Unidas e estabelecer um novo caminho para transformar os negócios e garantir uma gestão responsável. O novo flagship da Costa Cruzeiros conta com redução significativa de emissões, sistema inteligente de eficiência energética, produção de água diretamente do mar e coleta de 100% dos resíduos.

Visando reduzir o impacto ambiental com uma visão de longo prazo, o Costa Smeralda é o primeiro da companhia a ser abastecido com Gás Natural Liquefeito (GNL), o combustível fóssil mais limpo do mundo. Comprometida a alcançar uma redução de 40% nas emissões de CO2 em sua frota este ano, a empresa terá cinco navios alimentados por GNL até 2023. O desempenho ambiental do flagship foi reconhecido pelo RINA (Organismo Internacional de Certificação) por meio do Green Plus, a mais alta certificação voluntária relacionada ao impacto ambiental de um navio.

Além de usar um combustível de baixo impacto ambiental, o navio possui um sistema inteligente de energia. Nas cabines e áreas públicas, ele utiliza apenas a tecnologia LED de baixo consumo gerenciada por um sistema inteligente de controle de iluminação. Já o calor produzido pelos motores, incluindo o do sistema de refrigeração da água, é transportado por meio de um sistema de distribuição central para os serviços a bordo.

O uso de sistemas de dessalinização garante que todos os requisitos de seus serviços a bordo sejam cumpridos. Além disso, diversas inovações foram implementadas no Costa Smeralda para melhorar ainda mais a eficiência no consumo de água a bordo. As lavanderias, por exemplo, estão equipadas com uma lavadora que permite uma economia de água de 50% por quilograma de roupa lavada, as máquinas de lavar louça oferecem uma redução de 35% no uso diário de água e as torneiras e chuveiros proporcionam uma economia adicional de 30%.

Outra iniciativa é a coleta de 100% dos resíduos e utilização de materiais recicláveis a bordo do Costa Smeralda. Além de fazer parte do programa de coleta e doação de excedentes de alimentos em seus portos de escala, o navio será uma incubadora de projetos voltados para o gerenciamento de cadeia de suprimentos, começando com a coleta dos resíduos para a produção de objetos que poderão ser utilizados a bordo pelos próprios hóspedes. Com as novas ações adotadas no flagship, a Costa espera que o consumo anual de plástico a bordo seja reduzido em 50 toneladas.

A Costa também posiciona os alimentos no centro de sua estratégia de desenvolvimento sustentável. A companhia participa do programa 4GOODFOOD, que começa com a preparação das refeições e termina com o envolvimento direto dos hóspedes. A meta com o programa é reduzir o desperdício de alimentos em navios da Costa em 50% até 2020. Além disso, o Costa Smeralda participará do programa de doação de alimentos excedentes, um projeto exclusivo no setor marítimo e realizado pela Costa em colaboração com a Federação do Banco Europeu de Alimentos.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA