Royal Caribbean moderniza procedimento de segurança dos navios

|

Para contribuir com a experiência dos hóspedes, o Grupo Royal Caribbean reinventou seu procedimento de segurança. Com o Muster 2.0, os principais elementos do procedimento de segurança para simulação em caso de necessidade de evacuação - incluindo a revisão do que esperar e para onde ir em caso de emergência, e instruções sobre como usar adequadamente um colete salva-vidas - estarão acessíveis aos hóspedes individualmente, em vez da abordagem em grupo que é adotada historicamente.

Pixabay/Carllichao
Por meio de seus celulares e TVs interativas, os viajantes terão acesso sobre como proceder em caso de evacuação
Por meio de seus celulares e TVs interativas, os viajantes terão acesso sobre como proceder em caso de evacuação
A nova tecnologia, eMuster, será utilizada para ajudar a fornecer as informações aos hóspedes por meio de seus dispositivos móveis e TVs interativas nas cabines. Os viajantes poderão revisar as informações antes da saída do navio, eliminando a necessidade das reuniões tradicionais de grandes grupos. A nova abordagem também permitirá que todos a bordo mantenham um distanciamento seguro à medida que os hóspedes se movimentem pelo navio.

Depois de revisar as informações de segurança individualmente, os convidados concluirão o treinamento visitando a estação de montagem designada, onde um membro da tripulação verificará se todas as etapas foram concluídas e responderá a perguntas. Cada uma das etapas precisará ser concluída antes da partida do navio, conforme exigido pelas leis marítimas internacionais.

"A saúde e a segurança de nossos hóspedes e tripulantes são nossa prioridade número um, e o desenvolvimento desse novo processo é uma solução elegante para uma abordagem desatualizada e impopular", disse o presidente e CEO do Grupo Royal Caribbean, Richard Fain. "O fato de também podermos economizar tempo dos hóspedes e permitir que o navio opere sem pausa significa que podemos aumentar a saúde, a segurança e a satisfação dos hóspedes simultaneamente".

"O Muster 2.0 representa uma extensão natural de nossa missão de melhorar as experiências de férias de nossos hóspedes, removendo pontos de atrito", disse a vice-presidente sênior de digital do Grupo Royal Caribbean, Jay Schneider. "Nesse caso, o que é mais conveniente para nossos hóspedes também é a opção mais segura, pois é necessário reimaginar os espaços e as interações devido ao covid-19".
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA