Estamos prontos para operar, afirma CEO da MSC Cruzeiros

|

Depois de meses parada e após divulgar o protocolo sanitário abrangente criado para a retomada segura de seus cruzeiros, a MSC se prepara para voltar a navegar no Mediterrâneo, por enquanto, com dois de seus navios – MSC Grandiosa e MSC Magnifica. E, segundo o CEO Gianni Onorato, a armadora está pronta para operar, aguardando somente a aprovação final do governo da Itália, que deve vir ainda essa semana. Com o dia 15 de agosto como possível início, as datas oficiais dos cruzeiros serão anunciadas em breve.

Raphael Silva
Gianni Onorato, da MSC Cruzeiros
Gianni Onorato, da MSC Cruzeiros
“Estamos vendo uma amenização nas restrições de viagens. Os voos estão voltando, assim como os hotéis e resorts estão reabrindo. Acreditamos que também é possível retornar com alguns dos navios, com uma retomada gradual das operações. Para este recomeço, escolhemos o Mediterrâneo por ser uma região que conhecemos muito bem e por ser um dos locais onde a pandemia está melhor controlada”, explicou Onorato em apresentação on-line realizada hoje (4).

APENAS PARA RESIDENTES DO ESPAÇO SCHENGEN

Para garantir uma viagem com segurança nesta fase inicial, os navios receberão apenas residentes dos países do Espaço Schengen, a capacidade geral de hóspedes será reduzida para 70%, garantindo a possibilidade de distanciamento social, assim como haverá modificação das atividades a bordo, como teatros, spa e bufês – onde um membro da equipe preparará o prato com as opções de refeições escolhidas pelo passageiro, para evitar que haja risco de contaminação na comida e utensílios.

Por meio de um longo trabalho de consulta e cooperação com governos, autoridades e entidades, a empresa chegou a um protocolo mais rígido e severo e que vai além das diretrizes geralmente adotadas, com o objetivo de criar uma “bolha” na indústria de pessoas seguras e saudáveis, de acordo com Onorato.

“Temos três pilares entre as principais medidas: identificar uma contaminação a bordo, mitigar a transmissão, caso haja, e, por último, cuidar desse hóspede, levando-o com segurança de volta para casa. Os diferentes momentos da jornada do cliente foram profundamente analisados e adaptamos os nossos processos para conter qualquer problema.”

Divulgação
MSC Grandiosa e MSC Magnifica estão sendo preparados para a retomada em breve no Mediterrâneo
MSC Grandiosa e MSC Magnifica estão sendo preparados para a retomada em breve no Mediterrâneo
Nos casos de identificação de algum hóspede com covid-19, seja no momento do embarque – que será negado, caso o teste dê positivo – ou a bordo, a MSC lançou, em conjunto com empresas seguradoras, um seguro para que todas as despesas sejam totalmente reembolsadas. Pelo preço de 18 euros, passageiros que não puderem embarcar e participar do cruzeiro terão o reembolso completo, assim como o transporte de retorno para casa e despesas médicas.

“Essas medidas estão em constante evolução, pois estão em acordo com a situação e desenrolar da pandemia do novo coronavírus. Para o nosso programa de inverno, por exemplo, poderemos relaxar algumas das medidas. Vamos ajustando nossos protocolos conforme for necessário”, afirma o CEO.

EXCURSÕES
A saída dos hóspedes (e também tripulantes) nos portos para visitações nas cidades será permitida apenas para os tours organizados especialmente pela MSC. As excursões estarão inclusas em alguns pacotes, de acordo com o nível de experiência e cabine adquiridos.

Serão cinco tipos de passeios e, para aqueles que não compraram, por terem escolhido cabines mais simples, a armadora oferecerá a opção de adquirir três excursões pelo valor de 100 euros. Vale ressaltar que haverá estações ao longo dos portos para testagem de temperatura.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA