Discover Cruises expande atuação na América Latina

|


Divulgação
Pouco mais de um ano depois de entrar para a Discover The World, o grupo Discover Cruises decidiu desenvolver um projeto de expansão da marca entrando nos mercados do México e Argentina, consolidando os três maiores mercados da América Latina. A decisão faz parte da estratégia de crescimento da região ampliando a presença da nova unidade dedicada aos cruzeiros marítimos e fluviais e trazendo mais ferramentas de distribuição e oportunidades de negócios.

“É um grande orgulho, mas também uma grande responsabilidade. A Discover Cruises, parte da Discover the World, já oferece suporte de vendas e marketing para a Princess Cruises, e outras marcas de atuação global, na América Latina, Europa e África do Sul”, comenta o VP da Discover The World na América Latina, Charlie Ryan.

Durante a expansão, a equipe da Discover Cruises Latam está desenvolvendo novas ferramentas a partir de quatro pilares que são essenciais para agentes de viagens e parceiros. São eles:

- Acordos comerciais e financiamentos mais atrativos;

- Desenvolvimento em tecnologia (TI) para plataforma de reservas e pagamentos online;

- Marketing e Comunicação integrados nos idiomas português e espanhol;

- Atendimento especializado para cruzeiros marítimos e fluviais;


Filip Calixto
Pablo Zabala, country manager Discover Cruises Brasil, está otimista quanto à expansão na região
Pablo Zabala, country manager Discover Cruises Brasil, está otimista quanto à expansão na região
“Ver a marca Discover Cruises expandir na América Latina só foi possível pelo excelente trabalho e solidez da Discover The World na região e, da confiança que os clientes depositaram nas equipes multi-disciplinares criadas em torno do projeto Latam. Crescer desta forma em um momento tão difícil e inesperado mostra o grande potencial, a responsabilidade e força da indústria de cruzeiros na retomada de todos os seguimentos do Turismo nacional e internacional”, afirma o country manager Discover Cruises Brasil, Pablo Zabala.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA