Como será a volta da temporada brasileira de cruzeiros

|


A próxima temporada brasileira de cruzeiros deve apresentar números surpreendentemente positivos. Com retorno agendado para o último trimestre deste ano, depois de mais de 18 meses de paralisação em virtude das limitações trazidas pela pandemia, a oferta de cruzeiros no Brasil será superior ao que foi visto na última temporada que tivemos por aqui, entre 2019 e 2020. De acordo com números da Clia Brasil, entre 31 de outubro e 19 de maio a oferta de leitos nos navios que navegarão pela costa brasileira chega a 566 mil, o que representa 36 mil acomodações a mais que o verificado em 2019/2020, quando foram contabilizados 530 mil leitos disponíveis.

Unsplash/Colin Lloyd
A próxima temporada brasileira de cruzeiros vai de 31 de outubro até 19 de abril
A próxima temporada brasileira de cruzeiros vai de 31 de outubro até 19 de abril
A Costa Cruzeiros e a MSC Cruzeiros serão as companhias navegando por aqui no período. Entre os navios que formam a oferta da temporada estão: Costa Toscana (6,7 mil leitos), Costa Favolosa (3,8 mil leitos), MSC Orchestra (3,2 mil leitos), MSC Preziosa (4,3 mil leitos), MSC Seaside (5,4 mil leitos), MSC Sinfonia (2,6 mil leitos) e MSC Splendida (4,3 mil leitos).

Os portos e destinos percorridos no período serão:
• Rio de Janeiro
• Salvador
• Balneário Camboriú
• Cabo Frio
• Ilha Grande
• Ilhéus
• Maceió
• Recife

Além desses haverá paradas e escalas nos portos de Buenos Aires, na Argentina, e Punta del Este e Montevidéu, no Uruguai.

“Os números da próxima temporada refletem como as companhias de cruzeiros continuam acreditando no Brasil, investindo e trazendo navios modernos que vão garantir as melhores experiências, respeitando a saúde e segurança dos nossos hóspedes, tripulantes e das cidades que visitamos, sempre cumprindo as regras e protegendo o meio ambiente”, avalia o presidente da Clia Brasil, Marco Ferraz.

O executivo estima que os quase seis meses de navegação em águas brasileiras – e sul-americanas – devem ser de boa presença de turistas que serão levados ao mar pela vontade reprimida de viajar e pela confiança que o setor de cruzeiros já vem demonstrando com a volta das atividades em outros destinos. Segundo ele, um fator que deve contar a favor são as viagens já realizadas em países como Itália, Cingapura, Taiwan, Japão, Taiti e Ilhas Canárias.

As armadoras que estarão por aqui, inclusive, participam dessa retomada, que já é realidade em águas internacionais.

COSTA CRUZEIROS
Maior entre os navios que vão navegar em mares brasileiros até abril do ano que vem, o Costa Toscana ainda é uma novidade na frota da empresa italiana. O flagship já é o maior da frota e fará sua estreia global por aqui, em viagens a partir de 26 de dezembro, com 16 embarques de Santos e Salvador, em cruzeiros de sete noites. Está previsto também um cruzeiro de Páscoa e a navegação de despedida no dia 17 de abril, partindo de Itajaí, Santa Catarina, rumo à Itália.

Divulgação
A Costa Cruzeiros terá dois navios viajando pelos mares brasileiros na próxima temporada
A Costa Cruzeiros terá dois navios viajando pelos mares brasileiros na próxima temporada
O navio tem esse nome em homenagem à região italiana da Toscana e terá sua operação iniciada em 26 de dezembro de 2021. A embarcação consegue acomodar mais de 6,7 mil hóspedes em suas 2.663 cabines. São ainda 16 restaurantes, oito bares temáticos, cinco food outlets, além de áreas de experiências gastronômicas, como o restaurante LAB.

“Estamos muito felizes em poder trazer um navio dessa classe para a América do Sul. É o tipo de navio que muda o jogo”, afirma o presidente executivo da Costa Cruzeiros para a América Central e do Sul, Dario Rustico. Na avaliação do executivo, com a presença do Toscana, a Costa risca uma linha no chão (ou nos mares) dividindo o que será a oferta de cruzeiros na região antes e depois dessa passagem. “É um navio muito moderno, desenhado como uma cidade inteligente e sustentável, um navio do futuro”, complementa.

Rustico faz esses apontamentos lembrando dos diferenciais do flagship. Vale ressaltar alguns deles: o Colosseo, um espaço que ocupa três andares e está localizado no centro do navio, onde os shows serão exibidos e conduzidos em telas; o deck superior, que tem piso de cristal; e as quatro piscinas, uma delas interna e de água salgada.

FAVOLOSA
A primeira embarcação da empresa a navegar na temporada nacional, entretanto, será o Costa Favolosa. Serão 144 dias (de 20 de novembro deste ano a 16 de abril de 2022) de navegação com cruzeiros partindo de Santos (SP), do Rio de Janeiro e de Itajaí (SC).

O Costa Favolosa chega ao mar brasileiro vindo de Savona, na Itália, em uma viagem de 18 noites prevista para começar dia 2 de novembro. O percurso inverso será feito ao final da temporada, no dia 12 de abril, partindo de Itajaí, numa viagem de 19 noites, além da opção de embarque no Rio de Janeiro, em um roteiro de 17 noites.

Durante o tempo em que permanece no Brasil, o Favolosa vai fazer minicruzeiros, de três e quatro noites, além de viagens de cinco, seis ou dez noites partindo de Rio de Janeiro e Santos.

MSC CRUZEIROS
Para a MSC Cruzeiros a temporada brasileira e sul-americana terá início em 5 de novembro, com o MSC Preziosa, que chega ao Brasil de sua Grand Voyage, que parte em 19 de outubro, vindo da Europa.

No início (de 5 de novembro a 7 de dezembro) e no final da temporada (de 11 de março a 7 de abril), ele oferecerá minicruzeiros de três e quatro noites partindo de Santos com es- calas alternadas em Porto Belo, Balneário Camboriú, Búzios, Ilha Grande, Rio de Janeiro e Ilhabela. Entre 7 de dezembro e 11 de março o navio fará embarques no Rio de Janeiro pela primeira vez para minicruzeiros de três noites com escalas alternadas em Ilhabela, Ilha Grande e Búzios, itinerários de cinco noites com escalas em Ilhéus e Salvador e de seis e sete noites, com embarques aos sábados e aos domingos, visitando Búzios, Ilha Grande, Ilhéus e Salvador, sendo essa última cidade também um porto de embarque.

Divulgação
O MSC Preziosa é um dos navios da MSC que fará a temporada brasileira de cruzeiros
O MSC Preziosa é um dos navios da MSC que fará a temporada brasileira de cruzeiros
Para quem preferir navegar para o sul do continente, o MSC Preziosa partirá do Rio de Janeiro rumo a Ilhabela, Punta del Este, no Uruguai, e Buenos Aires, na Argentina, em cruzeiros de sete e oito noites. No caso do roteiro de oito noites, o navio pernoita em Buenos Aires. Há ainda a opção de um roteiro de 14 noites, com embarques em Salvador e no Rio de Janeiro e escalas em Ilhéus, Búzios, Ilhabela, Punta Del Este e Buenos Aires, com pernoite.

SEASIDE
O MSC Seaside, estreará na América do Sul depois de percorrer o Mediterrâneo agora em 2021, durante o verão do hemisfério norte. A embarcação chega ao litoral sul-americano em 13 de novembro e iniciará a sua temporada por aqui no dia 4 de dezembro. O navio fará roteiros exclusivos de seis e sete noites, com possibilidades de embarque em Santos, aos sábados, bem como em Salvador e Maceió, e escalas em Ilha Grande e Búzios. O flagship também fará um roteiro de oito noites, no qual pernoitará em Salvador.

Já o MSC Sinfonia partirá para a sua Grand Voyage da Europa rumo ao Brasil no dia 20 de novembro e iniciará a sua temporada pela América do Sul no dia 11 de dezembro. Serão oferecidos itinerários de seis e sete noites, com embarques aos sábados e domingos partindo de Itajaí e também de nove noites com destino ao Uruguai e Argentina, com escalas alternadas em Ilhabela, Punta Del Este, Buenos Aires e Montevidéu.

SPLENDIDA
Quarto navio a chegar ao País, o MSC Splendida dará início à sua temporada partindo de Santos no dia 19 de dezembro. Ele oferecerá roteiros de sete noites rumo à Argentina e ao Uruguai, em itinerários exclusivos, visitando Punta del Este, Montevidéu e com pernoite em Buenos Aires, partindo todos os domingos de Santos.

O MSC Orchestra completa o programa na América do Sul partindo de Buenos Aires rumo ao litoral brasileiro. “Nossa expectativa é oferecer para os brasileiros momentos de alegria e de confraternização com suas famílias e amigos após esses tempos desafiadores que todos nós estamos vivendo desde o ano passado. Também esperamos gerar grandes oportunidades de negócios para todos os nossos parceiros agentes de viagens, contribuindo para a retomada do turismo no Brasil”, pondera o diretor geral da MSC Cruzeiros, Adrian Ursilli.

A reportagem completa e outros textos sobre a retomada dos cruzeiros estão na edição 1.470 da Revista PANROTAS que está disponível a seguir.


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA