Princess Cruises terá 79% de sua frota operando até abril de 2022

|

Divulgação
Royal Princess voltará a operar em abril de 2022
Royal Princess voltará a operar em abril de 2022
A Princess Cruises anunciou planos para o retorno de navios adicionais ao serviço nos Estados Unidos em fevereiro, março e abril de 2022, partindo de Los Angeles, Seattle, Vancouver e Fort Lauderdale.

Com início entre 13 de fevereiro e 22 de abril, os cruzeiros a bordo do Crown Princess, Island Princess e Royal Princess levarão os hóspedes para o Caribe, Havaí e a costa da Califórnia. As embarcações se juntam aos oito navios Princess programados para reiniciar ainda em 2021, representando 79% da capacidade dos navios da Princess Cruises.

  • Crown Princess: em 13 de fevereiro, o Crown Princess se juntará ao Majestic Princess e Grand Princess para viagens de Los Angeles à costa da Califórnia e ao Havaí. Em seguida, o Crown Princess irá posicionar-se em Seattle para embarcar em algumas viagens na costa noroeste do Pacífico e no Havaí. O Crown Princess também adicionará outras saídas para o Alasca com um novo cruzeiro Inside Passage de 8 dias com Glacier Bay a partir de 29 de abril de 2022;
  • Island Princess: navegará a partir de 6 de março, de Fort Lauderdale, em cruzeiros de 14 dias, 10 dias e uma série de 7 dias para o sul, leste e oeste do Caribe;
  • Royal Princess: navegará pela costa da Califórnia saindo de Vancouver a partir de 8 de abril de 2022.

“Tem sido emocionante ter nossos hóspedes a bordo desfrutando de férias de verdade no Alasca e na costa oeste. Em abril de 2022, teremos onze de nossos navios de volta ao mar, com o apoio do governo e funcionários portuários, criando memórias de férias para nossos hóspedes”, disse a diretora comercial da Princess Cruises, Deanna Austin.

Os cruzeiros Princess navegando até fevereiro de 2022 estão disponíveis para passageiros com vacinação completa contra a covid-19 há pelo menos 14 dias antes do embarque no navio e que tenham comprovante de vacinação. A imunização da tripulação será feita de acordo com as diretrizes do CDC.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA