Costa ressalta a importância de Itajaí (SC) para a indústria

|

Alexandre Campbell, especial para o Portal PANROTAS

ITAJAÍ (SC) - Nesta sexta-feira (8), a Costa Cruzeiros realiza uma cerimônia de agradecimento ao Estado de Santa Catarina. Atracado em Itajaí, o Costa Diadema é o maior de cruzeiro da história do porto, e a Costa é a única companhia a operar no local nesta temporada. A ocasião é o Costa Weekend, ação da companhia com alguns dos principais parceiros agentes de viagens no Brasil, a bordo do Costa Diadema.

Divulgação
Ruy Ribeiro, da Costa Cruzeiros
Ruy Ribeiro, da Costa Cruzeiros
Itajaí entrou nesta temporada e foi um grande sucesso a inserção deste porto para atender o mercado do Sul do Brasil. E esse sucesso foi tão grande que ele se refletiu para a próxima temporada. Então, em 2022/2023 teremos paradas e embarques em Itajaí. Fomos a única companhia com porto de embarque em Itajaí, e a cidade catarinense veio para ficar no nosso itinerário”, conta o diretor comercial da empresa marítima, Ruy Ribeiro.

O executivo acrescenta que a Costa Cruzeiros quebrou dois recordes no porto itajaiense. "Quando o Costa Fascinosa passou lá, foi o maior navio naquele porto, e, na sequência, o Costa Diadema superou o recorde que já era nosso", afirma Ribeiro, revelando ainda que a demanda local superou as expectativas da companhia.

"Apesar da paralisação da pandemia, ficamos contentes com os resultados. Itajaí é porto central para todo o Sul do País, que para nós é uma região muito importante. É por isso que vamos seguir lá. Temos parceiros na região e ao longo da pandemia fizemos treinamentos on-line e estreitamos relacionamento com eles. Estamos muito contentes por reencontrar com esses mais de 400 agentes para mostrar nosso produto", completa o executivo.

Para o presidente da Clia Brasil, Marco Ferraz, Itajaí é importante porque a cidade adiciona um porto de embarque a mais no Brasil, para um grande mercado consumidor. Ao lado de Santos (SP), Rio de Janeiro e Salvador, com a adição do espaço catarinense e o de Maceió, o País passa a contar com cinco portos de embarque.

“E tem também o que chamamos de homeport, que é quando as pessoas da região conseguem ir de carro, ou de ônibus, para o porto de embarque, como é feito em Miami e Fort Lauderdale (EUA). Se hospedam, consomem, conhecem a região e isso é muito importante para o impacto econômico e social na região. Então, Itajaí para nós está sendo um belo porto de embarque e também de trânsito. Além disso, a partir da temporada que vem, o destino volta a operar o Sul, ou seja, a Argentina e Uruguai. Conseguimos fazer a alfândega e a imigração aqui e, com isso, podemos trazer argentinos e uruguaios e levar brasileiros para estes países também", explica.

Divulgação
Marco Ferraz, da Clia Brasil
Marco Ferraz, da Clia Brasil
De acordo com Ferraz, a próxima temporada terá oito navios, com dois deles fazendo escala em Itajaí, mostrando a importância deste porto. A associação também está discutindo um destino novo, Penha, onde está localizado o Beto Carrero World, que se tornaria, assim, um destino favorável de trânsito para famílias.

SANTA CATARINA
Para a temporada 2022/2023, o Estado de Santa Catarina seguirá como prioridade para a companhia. Entre dezembro de 2022 e abril do ano que vem, o Costa Favolosa terá embarques dedicados em Itajaí para roteiros de sete noites, visitando Montevidéu, no Uruguai, e Buenos Aires, na Argentina.

Já Balneário Camboriú e Porto Belo estão nos itinerários de minicruzeiros de três, quatro e cinco noites, também do Costa Favolosa, com embarque em Santos.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA