DMC butique quer atrair o brasileiro high-end à Ásia

|


Emerson Souza
Diretor da Indochina Strings, Salvador Parra destacou o negócio reduzido, com poucos players, mas com clientes de alto poder de compra
Diretor da Indochina Strings, Salvador Parra destacou o negócio reduzido, com poucos players, mas com clientes de alto poder de compra
A Indochina Strings desembarcou no Brasil, nesta semana, de olho na expansão dos negócios de luxo por aqui. Se autodenominando uma DMC butique, a marca cooperou com a marca hoteleira Minor para reunir cerca de 40 agentes de viagens e operadores em uma capacitação conjunta, visando o mercado high-end por aqui.

De acordo com o diretor da DMC, Javier Salvador Parra, esse é apenas um dos passos da empresa, que vai voltar a investir no trade brasileiro. "De quem está aqui, ou já é cliente ou acreditamos muito em uma parceria. E não vamos parar por aqui", disse ele, que ainda revelou ter negócios com ao menos metade das marcas convidadas. "Não queremos muitos compradores, mas queremos os certos", concluiu.

A denominação de DMC butique também está relacionada com o número de clientes. Isso porque, segundo Parra, a operação da Indochina Strings se baseia na customização completa dos pacotes, com experiências únicas e produtos de alto nível.

A DMC admite que os negócios envolvendo destinos como Tailândia, Camboja e Vietnã já caíram no gosto do viajante de luxo brasileiro. Agora, porém, Japão e Filipinas têm começado a se destacar nas vendas, principalmente nos roteiros high-end e com um alto tíquete médio.

Emerson Souza
Clara Campos, gerente comercial sênior da Minor, destrinchou as propriedades da marca pelos destinos atendidos pela DMC
Clara Campos, gerente comercial sênior da Minor, destrinchou as propriedades da marca pelos destinos atendidos pela DMC
PARCERIA ESTRATÉGICA
A parceria com a Minor é vista justamente como uma oportunidade para expandir os negócios não só no Brasil, mas em toda a América Latina. Fundada na Tailândia, a marca hoteleira tem forte atuação no país asiático e aproveita para apresentar seus empreendimentos em cada destino destacado pela DMC.

"Pela natureza da marca ser tailandesa, oferecemos um estilo local moderno em empreendimentos como Anantara e Avani. Temos hotéis de alto luxo, mas também opções mais acessíveis", afirmou a gerente comercial sênior da Minor para o Brasil, Clara Campos.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA